Ser chique é, antes de tudo, ter bom senso

Boa postura e boas maneiras não são compradas: a pessoa tem ou não tem!

Siga o mdemulher no Instagram

Gloria Kalil é referência nacional quando
o assunto é regras de etiqueta
Foto: Divulgação

A jornalista Gloria Kalil é uma das maiores especialistas em regras de etiqueta do Brasil. Ela ficou nacionalmente conhecida desde que passou a apresentar um quadro sobre o assunto no “Fantástico”, jornal da Globo. Na semana passada, lançou seu quarto livro sobre boas maneiras, o “Alô, Chics!”. Nele, Gloria ensina a fazer bonito nas mais diversas situações do cotidiano. Confira alguns conselhos da consultora.

À mesa

· Quando o prato chegar, coma no mesmo ritmo que os outros. É muito chato alguém ficar falando e, depois, fazer com que todo mundo o espere comer sozinho

· Não ataque o pão antes do prato ser servido. Vai parecer que você estava em jejum há mais de 48 horas

· Não fuce a travessa em busca do melhor pedaço. A mesma regra serve para as frutas. Nada de apalpá-las até escolher uma. Oras, você não está na feira! 

· Jamais deixe comida no prato. É uma ofensa para a dona da casa

· Não beba com a boca cheia de comida

Na hora de dividir a conta

Hoje em dia é normalíssimo dividir as contas. Tanto entre jovens como entre adultos, homens ou mulheres. Cada um paga o seu e pronto. Pode-se também dividir a conta pelo número de casais. Mas, atenção: se o casal leva uma amiga extra, o certo é dividir a conta por pessoa, e o casal que levou a convidada paga três partes. A mesma regra vale para crianças.

Em situações embaraçosas

Percebeu que a pessoa ao seu lado está com o zíper aberto, alface presa no dente, chiclete grudado no cabelo ou cabelo desarrumado? O melhor a fazer é avisar. Antes deixá-la sem graça diante de apenas uma pessoa (no caso, você) do que deixá-la passar vergonha diante de todo mundo.