‘Você está ridícula’

Quando o parceiro trata a mulher como se fosse um lixo, é preciso muito amor-próprio e força de vontade para virar o jogo

Em A Favorita, Leo (Jackson Antunes) não se cansa de humilhar e maltratar Catarina (Lília Cabral)
Foto: Márcio de Souza/ Divulgação Globo

Imagine a cena: a mulher se arruma toda para receber o marido à noite. Quando ele chega, diz que a esposa ficou ridícula e que a comida está péssima. Reconheceu a história de Catarina, personagem que a atriz Lília Cabral interpreta na novela A Favorita? Acredite ou não: muitas brasileiras vivem a mesma situação, sem conseguir achar forças para acabar com tanta baixaria. ‘São mulheres que foram educadas para acreditar que são frágeis, incompetentes e incapazes de viver sem a presença do parceiro’, explica a psicóloga e terapeuta de casais Regina Navarro Lins, autora de Cama na Varanda (ed. Best Seller). Entenda o que causa essa situação e saiba como sair dela e ser feliz. 

É possível mudar de vida

Quando o parceiro trata a mulher como lixo, é preciso muito amor-próprio e força de vontade para virar o jogo e abandonar este barco furado. A terapeuta de casais Regina Navarro Lins, do Rio de Janeiro, e a psicóloga Renata Lommez, de Belo Horizonte, esclarecem as principais dúvidas de quem vive o pesadelo na pele e não está mais disposta a acatar as humilhações provocadas pelo parceiro.

Por que a mulher aceita essa situação?
É o medo de ficar sozinha que leva muitas mulheres a manter um relacionamento desse tipo. Elas mentem para si mesmas e acreditam que o casamento está bom. Enganam a si próprias pelo medo de como seria a vida sem aquela pessoa.

É possível ser feliz vivendo uma relação como essa?
Não. A mulher pode até se conformar, achando que essa é a única opção que ela tem. Mas quem vive um relacionamento como esse nunca vai se sentir completamente feliz. Relações como essa são perigosas. Provocam doenças como depressão e ansiedade.

Como ajudar alguém que está passando por isso?
Conversando. Muitas vezes, a pessoa não vê que a vida dela está um caos e não crê que as coisas podem ser melhores. Nessas horas, o socorro de amigos e parentes é essencial. Quando a pessoa sabe que tem a quem recorrer, pode sair da situação mais facilmente.

Como sair de uma relação como a de Catarina e Leo?
É preciso mudar a idéia de solidão e trabalhar a auto-estima. Separar-se não significa ficar sozinha. A pessoa precisa aprender a apreciar a própria companhia. Muitas vezes, ela idealiza o parceiro e acredita que não vai encontrar outro. Isso piora a situação.

É preciso se separar e mudar de companheiro?
Antes, é preciso mudar a si mesma. Quando a mulher ganha auto-estima e decide que não precisa daquele homem para ser feliz, ela consegue reagir ao comportamento agressivo do marido. Uma mulher que vive numa relação como essa dá vários sinais de que é submissa ao parceiro. Mas o que ela precisa é mostrar que tem pensamento próprio, que sabe fazer escolhas sozinha e que não vai mais se submeter a nenhum tipo de agressão, nem física nem psicológica. Essa nova atitude pode deixar o companheiro bem nervoso e irritado, e é justamente nessa hora que muitas mulheres desistem de tomar uma atitude mais drástica. Mas vale lembrar que, se o marido realmente gosta da esposa, se ele a ama, precisa mudar de comportamento. Caso contrário, ficará sozinho.

E se o marido ficar agressivo com a mudança?
Isso é comum. No começo, ele vai colocar as asinhas de fora, ameaçar bater ou coisa do gênero, mas é preciso ser persistente. Essa é a única maneira de colocar um ponto final no sofrimento. Nessa hora, é importante ter o apoio da família e dos amigos. Isso ajuda a mulher a se manter firme e decidida.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s