Afetado pela tragédia no Rio, Rodrigo Hilbert sofre com o drama das vítimas

O ator estava em seu sítio em Teresópolis quando o desastre começou e viu de perto o sofrimento das milhares de pessoas afetadas

Siga o mdemulher no Instagram

Rodrigo Hilbert ficou arrasado diante da devastação da chuva
Foto: AgNews

A região serrana do Rio de Janeiro passa por um momento de dor e desolação. A avalanche de lama e água que começou a devastar as cidades de Petrópolis, Nova Friburgo, Teresópolis, Sumidouro e Areal, na madrugada de quarta, dia 12 de janeiro, foi a maior catástrofe da história do Brasil. Até o fechamento desta edição, dia 17 de janeiro de 2011, 644 pessoas tinham morrido.

Entre as vítimas que saíram com vida dessa tragédia está o ator Rodrigo Hilbert, que ficou arrasado diante da devastação. O marido de Fernanda Lima estava no sítio da família, em Teresópolis, na hora em que tudo aconteceu. E ficou isolado lá. O ator contou ao jornal O Dia que nunca tinha visto nada parecido e que ficou preocupado com seus caseiros, que felizmente estão bem. 

“Perdi apenas um carro, que estava na garagem que foi totalmente destruída pela força da avalanche de terra. Mas isso não tem nenhuma importância perto do que aconteceu”, disse o ator, que agora ajuda as vítimas com donativos.

Marcos Palmeira escapou por pouco
A fazenda vizinha ao sítio de Hilbert é de Marcos Palmeira, que ali produz derivados de leite e hortifrútis orgânicos. Mais de 30 funcionários ficaram ilhados no local, desde a madrugada do dia 12. Palmeira só não ficou preso na propriedade porque retornou ao Rio um dia antes para ver a filha, Júlia, de 4 anos. “Meu sítio ainda está de pé. Graças a Deus não há barrancos lá. Mas a maior parte dos meus vizinhos perdeu tudo. Só estou conseguindo falar com os funcionários, às vezes pela internet, que é por satélite. Ninguém entra ou sai da região, nem a cavalo. O bairro acabou“, contou o ator.

O que se salvou da produção de alimentos de Palmeira está sendo distribuído entre os moradores da região. “Sei que todos estão saindo para distribuir comida. Mas não sei quanto tempo vão aguentar.”

Solidariedade
Além de Rodrigo e Palmeira outras estrelas colocaram a mão na massa, como o cantor sertanejo Luan Santana, que doou 22 toneladas de alimentos e água aos desabrigados. Além disso, ele, as duplas Zezé Di Camargo & Luciano, Chitãozinho & Xororó, Gian & Giovanne, mais Leonardo e Sérgio Reis, farão um show, ainda sem data prevista, com renda em prol das vítimas.

Você também quer ajudar? Veja como doar dinheiro e produtos para as vítimas das chuvas.