Araguaia: Estela pode ser a executora da maldição

A morena teria eliminado Fernando e virá a matar Solano

Após a morte de Fernando, a misteriosa Estela vai se envolver com Solano
Foto: Divulgação / Rede Globo

Um misterioso índio passa a rondar Estela (Cleo Pires). Ele é avistado pela professora e seus alunos na mata. Ao ser questionada por Padre Emílio (Otávio Augusto) sobre ele, a mestiça diz que o pobre homem foi abandonado por seu grupo. 

Em outro dia, Estela vai sozinha ao encontro do índio e leva uma trouxa para ele. Quando vê o descendente de seu povo, a morena o abraça e chama Ruriá (Turíbio Ruiz) de avô. O velho leva a jovem até o local onde foi feita a maldição e orienta a neta a manter Solano (Murilo Rosa) no Araguaia, pois o último descendente de Apoena (Diogo Oliveira) tem que morrer. Nesse mesmo instante, Solano começa a passar mal e é socorrido por Mariquita (Laura Cardoso). 

Ao retornar à casa, Estela observa Solano dormindo em seu quarto, mas acaba descoberta pela sogra e expulsa de lá. No dia seguinte, a professora volta a procurar o avô índio implorando que ele a liberte de sua missão, o que o deixa preocupado. 

Mais tarde, a vidente Terê (Thaís Garayp) vê a morte de Solano ao tocar em Estela, deixando a moça nervosa. Tudo isso pode indicar que foi a misteriosa mulher de Fernando (Edson Celulari) que matou o próprio marido a mando de seu povo e se envolveu com ele e Solano para cumprir a maldição. Com medo de ser descoberta, Estela insinua para o enteado que Terê se envolveu com Max (Lima Duarte)para envenenar Fernando. Estela e Solano trocam o primeiro beijo depois de mergulhar no rio, ficando constrangidos. 

Sem desconfiar da madrasta, Solano acusa Max de envenenar a cachaça com a qual presenteou Fernando. Tanto que quando o fazendeiro tenta lhe dar a bebida, o domador o obriga a beber primeiro. Max bebe, mostra que a pinga não estava envenenada e declara guerra a Solano, que começa a montar uma cidade com os empregados demitidos pelo rival.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s