As causas de Flávia Alessandra: ‘faço doações, mas vou além’

Como embaixadora da Brazil Foundation, ela tem contato com causas que vão desde ajuda a refugiados a crianças com microcefalia.

”Sou embaixadora da Brazil Foundation, uma instituição que existe desde 2002 e apoia diferentes ONGs e ações sociais no Brasil, há dois anos e meio. No posto, tenho como função estar presente nos eventos para, com a minha visibilidade, trazer amigos e colegas para participar das causas incentivadas pela organização e arrecadar recursos para elas.

Eu também faço doações, mas procuro ir além: gosto de conhecer a fundo os projetos. Em junho, por exemplo, estive na Escola Municipal Belo Horizonte para conhecer a ONG Embaixadores de Minas, que trabalha para melhorar o universo das escolas públicas por meio do empoderamento dos jovens que nelas estudam. Nessa visita, fiquei encantada com a Fa.Vela (Fundo de Aceleração Vela), organização que é mentora da Embaixadores e tem como intenção gerar oportunidades de crescimento pessoal e profissional para os moradores de comunidades carentes com incentivos à inovação e ao empreendedorismo. Fiz questão de divulgar a passagem por lá nas minhas redes sociais para que mais gente conheça a iniciativa e se conscientize de que é possível fazer algo por quem está por perto.

 (/)

Mas essas ONGs não são as únicas. Já tive contato com a Abraço à Microcefalia, de Salvador, e com a Anis, de Recife, que são grupos de mães de crianças com microcefalia que lutam para que seus filhos cresçam de forma mais saudável possível, com tudo a que deveriam ter direito, mas que o Estado não fornece. Outro trabalho que me toca é a assessoria jurídica que a ONG Amigos da Vida, de Brasília, fornece a soropositivos, orientando-os em casos de discriminação, como quando são demitidos por serem portadores do vírus HIV. E não poderia deixar de citar a atuação que ONGs como Abraço Cultural e Migraflix têm em relação aos refugiados, que são treinados para dar aulas de idiomas e assim ter meios de recomeçar sua vida. No país onde vivemos, é enorme a quantidade de coisas que podemos fazer para melhorá-lo. Toda ação faz a diferença.”

No país onde vivemos é enorme a quantidade de coisas que podemos fazer para melhorá-lo”

Flávia Alessandra

Em números*

  • 500 organizações já foram apoiadas com recursos levantados pela Brazil Foundation.
  • 40 milhões de dólares foram investidos em causas no Brasil entre 2000 e 2016.
  • 1 500 líderes sociais foram treinados pela BF para fortalecer a atuação dentro das comunidades.
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s