As mulheres preferidas de Manoel Carlos

Helena não é o único nome feminino recorrente na obra de Manoel Carlos. A galeria é grande!

CLARA: Deborah Bloch, em Sol de Verão (1982); Isis de Mello, em Felicidade (1991); Alinne Moraes, em Mulheres Apaixonadas (2003); Joana Mocarzel, em Páginas da Vida (2006); Regiane Alves, em Laços de Família (2000); Giovanna Antonelli, na atual, Em Família (2014)
Foto: TV Globo/Divulgação

Aos 81 anos, Manoel Carlos é um homem que vive cercado de mulheres. Não são apenas Helenas e Ritas (homenagem à santa de devoção) que povoam a cabeça e as novelas dele há mais de três décadas. Há também Claras, Martas, Selmas e Silvias. Isso mesmo: no plural! É que o autor da trama das 9 da Globo escreve para personagens com esses nomes desde Baila Comigo (1981). 
E, quando a gente toca no assunto, Maneco se surpreende: “Engraçado. Nem eu imaginava que as repetições fossem tantas. Incrível!”.
 
O que o autor Manoel Carlos fala sobre suas mulheres…
Em nenhum desses casos trata-se de coincidência. Esses nomes estão, de algum modo, presentes na minha memória; gente que conheci na infância e juventude, vizinhos, amigos, parentes. Nomes de pessoas que tiveram alguma relevância para mim. E gosto de todos esses nomes.
 
Clara, como Rita, devo à santa, que está entre as minhas imagens preferidas desde a infância. Silvia porque sibila, como Anita, que nunca usei em novela. Os dois nomes parecem voz de pássaro. Gosto disso.
As mulheres preferidas de Manoel Carlos

SILVIA: Fernanda Montenegro, em Baila Comigo (1981); Tessy Callado, em Novo Amor (Rede Manchete, 1986); Eliete Cigarini, em Laços de Família; Natália do Vale, em Mulheres Apaixonadas; Patrícia Naves, em Viver a Vida (2009); Bianca Rinaldi, (Em Família).Foto: TV Globo/Divulgação

Marta remete à minha mãe, que achava que esse nome combinava com mulheres abnegadas. Provavelmente por remeterem a martírio, a sacrifício.

As mulheres preferidas de Manoel Carlos

MARTA: Tereza Rachel, em Baila Comigo (1981); Lília Cabral, em Páginas da Vida (2006)
Foto: TV Globo/Divulgação

Selma e Matilde foram nomes de duas mulheres que trabalharam na minha casa, na adolescência. Note que em nenhum caso esses nomes, na ficção, estão ligados à atividade que as pessoas reais exerceram. A menos que tenha sido – aí, sim – por coincidência. Enfim, muitas lembranças e muitos nomes… (Manoel Carlos)

As mulheres preferidas de Manoel Carlos

SELMA: Ana Beatriz Nogueira (em Felicidade e Em Família); Elisa Lucinda, em Páginas da Vida (2006)
Foto: TV Globo/Divulgação

 

 

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆