Atriz de Hollywood é condenada por fraude envolvendo faculdades de elite

Entenda porque Felicity Huffman, de 'Desperate Housewives', irá cumprir pena na prisão, junto com a Tia Becky de 'Três é Demais'.

Em março deste ano, o FBI (polícia federal dos Estados Unidos) deu início a uma grande operação contra ao menos 50 milionários do país, incluindo grandes executivos e atrizes de Hollywood.

Eles foram acusados de participar de um esquema de pagamento de suborno e propina para garantir a entrada de seus filhos nas mais prestigiadas universidades dos EUA, como Harvard, Yale e Stanford, bastante populares naqueles filmes americanos que vemos na televisão.

Veja também

As fraudes aconteciam por meio dos exames de admissão, em que outras pessoas respondiam as questões do vestibular, ou através do suborno de técnicos esportivos das universidades, que selecionavam alunos sem habilidades no esporte para ocuparem uma vaga na equipe e consequentemente na instituição de ensino.

Entre os envolvidos no escândalo está a atriz Felicity Huffman, conhecida por seus papéis na série ‘Desperate Housewives’, na produção da Netflx ‘Olhos Que Condenam’ e no filme ‘Transamérica’.

Meses após assumir a culpa no esquema de corrupção, ela foi na tarde desta última sexta-feira (13), a primeira a ser condenada pelo crime. Sua pena será de 14 dias na prisão, pagamento de uma multa de 30 mil dólares e 250 horas de prestação de serviço comunitário.

A atriz aparenta estar arrependida por pagar alguém para “corrigir”  as respostas erradas da prova do vestibular de sua filha e pede perdão por suas ações.

“Eu aceito a decisão da corte sem ressalvas (…). Eu infringi a lei (…) Não há desculpas e nem justificativas para minhas ações. Gostaria de pedir perdão mais uma vez para minha filha, meu marido, minha família e toda a comunidade educacional. E especialmente quero me desculpar com os estudantes que se esforçam todos os dias para entrar em uma faculdade, e com seus pais, que fazem enormes sacrifícios para apoiar os filhos”, declarou Felicity Huffman durante o julgamento.

Além dela, Lori Loughlin (a Tia Becky de Três é Demais) também irá para o tribunal por seu envolvimento com o esquema. É esperado que sua pena seja maior que a da colega de profissão, pois em uma ofensa mais grave, a atriz pagou meio milhão de dólares para suas duas filhas ganharem vagas na equipe esportiva da Universidade da Califórnia do Sul.