Avenida Brasil: Nina vira cozinheira de Carminha para destruí-la

A chef volta ao Brasil para cumprir sua vingança, depois da morte súbita de seu pai adotivo na Argentina

Depois da morte do pai, Nina volta ao Brasil para se vingar de Carminha
Foto: TV Globo/Divulgação

Treze anos depois de se livrar do lixão e ser adotada por Martín (Jean Pierre Noher), Nina (Débora Falabella) sofre um outro baque: seu pai adotivo tem um ataque cardíaco e morre em seus braços.

Mas, antes de dar o último suspiro, faz um apelo à filha: “Você vai me prometer que esquecerá aquela mulher que acabou com a sua vida no Brasil. Que vai desistir dessa vingança.” “Prometo, pai”, responde Nina.

Apesar da promessa, a chef de cozinha avisa à irmã Begônia (Carol Abras) que deixará a Argentina antes mesmo de o corpo de Martin ser recolhido. Nina participa do enterro do pai, termina o namoro com Hector (Daniel Kuzniecka), pega o primeiro avião e desembarca no Rio. 

Já instalada na cidade, Nina entra em contato com Ivana (Letícia Isnard), irmã de Tufão (Murilo Benício), com quem fez amizade pela internet de propósito.

A chef pede um emprego à amiga, que faz com que Carminha (Adriana Esteves) a contrate como cozinheira. A família inteira cai de paixão por Nina e seu tempero. A única que fica com o pé atrás é Carminha, que não vai com a cara da nova empregada e passa a implicar com ela.

Mas Nina não se abala: ela promete a si mesma que virará a melhor amiga da vilã para, depois, destruí-la. E assim se vingar por ter sido abandonada no lixão.