Bianca Rinaldi comemora seu retorno à Globo: “Sou respeitada por todos, é o que importa”

Após nove anos na Record, ela conseguiu um papel na novela "Em Família" ao enviar um e-mail para o autor, Manoel Carlos

“Não voltei na posição de protagonista, mas estou sendo tratada como tal”
Foto: Ernani D’Almeida

Bianca Rinaldi, 39 anos, conta que já sabia de cor o caminho que precisava percorrer de sua casa, no bairro do Itanhangá, no Rio de Janeiro, aos estúdios do Recnov (complexo de dramaturgia da Record), em Vargem Grande. Por nove anos, ela foi a principal estrela das novelas da emissora. “Aquilo passou a me incomodar. Não estava confortável dentro do conforto”, tenta explicar. Então, no ano em que vai completar 40 anos, a atriz resolveu dar uma guinada na vida: foi “bater à porta” do novelista Manoel Carlos, 80. Ou melhor, em sua caixa postal. Enviou um e-mail para o autor quando soube que ele estava escolhendo o elenco da novela Em Família. “O mercado é enorme. Se eu falo que não quero um papel, tem uma fila querendo. Mandei a mensagem, sim. Disse que eu estaria livre e seria uma honra fazer uma novela dele”, revela. Seu retorno para a Globo – em que começou como paquita do programa Xou da Xuxa nos anos 1990 – acontece na terceira fase da novela, que começa esta semana. Ela será a cardiologista Sílvia. “Não voltei na posição de protagonista, mas estou sendo tratada como tal. Minha personagem é coadjuvante, mas sou respeitada por todos. Isso é o que importa.”

Coragem para mudar

Bianca assegura que não levou em consideração o salário para desistir de renovar seu contrato – venceu em julho do ano passado – por mais seis anos na Record. “A Globo traz mais possibilidades externas. É um equilíbrio pela visibilidade e toda mídia em torno da emissora. A audiência traz um retorno maior que, em números, a Record não trazia”, explica, ressaltando que sempre teve os “pés no chão” em relação a dinheiro. “Se eu não fosse uma pessoa organizada, eu não teria como fazer uma coisa dessas, não renovar. Tenho contas como qualquer pessoa. Até tomar uma decisão, analisei muito. Mas, se não rolasse na Globo, tem a TV a cabo, o teatro, o cinema. Não vejo tudo tão restrito assim”, pondera.

Mais artistas estão voltando para a Globo nesta produção: veja esta e outras curiosidades sobre Em Família.

Bianca Rinaldi comemora seu retorno à Globo: "Sou respeitada por todos, é o que importa"

Casados apenas no civil, ela quer uma união no religioso com o marido, Eduardo
Foto: Ernani D’Almeida

Vida em família

Casada há 13 anos com o empresário Eduardo Menga, 61, e mãe das gêmeas Beatriz e Sofia, 4, Bianca aponta a família como seu ponto de equilíbrio. “Eles me fazem ter certeza de que estou no caminho certo. A paz que eu tenho ao saber que meu marido e minhas filhas estão me esperando em casa após um dia inteiro de trabalho é algo incrível”, diz a atriz sorrindo. Nem liga para as frequentes dores nas costas de tanto carregar as meninas no colo. “Faço fisioterapia desde a gravidez para aguentar.” A atriz se transforma quando começa a falar das filhas. E logo abre um sorriso. “Se eu disser que não cansa, estarei mentindo. Elas exigem muito. Se pego uma no colo, a outra também quer. E eu também fico muito atenta para dar a mesma atenção para as duas. Mas sou mimada o tempo todo, elas vivem dizendo que estou linda. Uma gracinha!”

Para Bianca, as meninas já demonstram levar jeito para a arte. “São umas artistinhas! Fingem que estão dormindo, simulam uma dor absurda. Tudo é muito intenso. A raiva, o choro… Elas me dão muitas aulas”, brinca. E, apesar de sempre ter sido contra vestir as filhas iguais, a atriz conta que acabou cedendo. “Eu sempre disse que não, mas sabe como é mãe, né? Fico pensando: ‘E se eu perder uma das duas no shopping?’ Vestindo igual, mas com cores diferentes, fica mais fácil de encontrar (risos).” Sobre aumentar a família, diz: “No momento, não sinto falta. Eu me sinto completa com minhas filhas. Se eu tiver outro, será adotado. Adotaria um menininho”.

Relembre quais são os famosos que adotaram filhos.

Uma festa de casamento

Apesar de feliz com a vida, Bianca não esconde a vontade que tem de ter uma festa de casamento com Eduardo. Os dois se casaram apenas no civil. “Queria ver minhas filhas como daminhas de honra. Mas tem de ser um lugar que tenha uma cachoeira, porque eu adoro a natureza. Aliás, eu digo isso há um tempão, só falta realizar.”

Segundo a atriz, em todos esses anos de união, nunca houve uma crise. “Mas não é fácil manter a chama acesa no casamento. Exige trabalho diário. Você precisa estar sempre atenta à relação. É aquela velha história da plantinha: você precisa regar, ver se precisa de mais água. Às vezes, o dia está tão corrido que o casal nem conseguiu dar um beijo. “É preciso lembrar disso.” E Bianca lembra. “Eduardo não é muito de mandar flores, não. Mas eu cobro (risos). Acho tão lindo. Simboliza amor, alegria.”

Bianca Rinaldi comemora seu retorno à Globo: "Sou respeitada por todos, é o que importa"

Mãe de gêmeas, Bianca pensa em adotar um menino
Foto: Ernani D’Almeida

Ela afirma, porém, que, para o casal, o tempo tem sido um aliado. “O sexo ficou mais maduro e gostoso. Não tem mais a quantidade, não é só aquela coisa carnal. Envolve muito mais. Quando você vai para a cama com seu marido, está ali a vontade de estar junto e unir a alma”, diz. E reafirma que a criatividade é fundamental na vida a dois. “Depende muito do momento. Posso estar em uma festa, sentir vontade e sinalizar que quero fazer sexo com ele. Seja com um passada de mão, uma frase safadinha ao pé do ouvido, um beijo… Há muitas possibilidades.” Preguiça no sexo também não é saudável. “Papai e mamãe de jeito nenhum, imagine! Se esfria no sexo acaba esfriando no resto também. Aí, não pode!”

Em outubro, Bianca completa 40 anos. “A idade assusta, mas penso na minha vida e vejo que não tem esse peso. Sou leve, moleca, brinco muito. Sou a mulher de 40 atual: jovem, feliz, que não tem medo de brincar na chuva e colocar uma saia curta. Acho que estou bem.” A receita para o corpão? “Faço ginástica três vezes por semana, musculação e spinning. E deixo de comer tudo o que é gostoso também, né (risos)? Procuro equilibrar: se como um doce, depois vou de saladinha. Mas não fico engessada. Não tenho mais esse pique de viver só na dieta. Se quero jantar uma massa e beber um bom vinho, por que não? Só não chuto o pau da barraca.”

Um casal inseparável

Bianca Rinaldi e Eduardo Menga começaram a namorar em 2001, durante a peça Aluga-se um Namorado, estrelada por ela e com produção e direção musical dele. Com um ano de namoro, decidiram dividir o mesmo teto. Em maio de 2009, os dois se tornaram pais das gêmeas Sofia e Beatriz. Junto, o casal também fundou a ONG Eu Quero Viver, que luta por melhores condições para os portadores de doenças raras genéticas e degenerativas. “No instituto, ajudamos pessoas que são invisíveis aos olhos do público”, explica Bianca.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO 2004 DA CONTIGO!, NAS BANCAS EM 12/02/2014.

Bianca Rinaldi comemora seu retorno à Globo: "Sou respeitada por todos, é o que importa"

Com as gêmeas, Sofia e Beatriz, e com o marido
Foto: AgNews

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s