Brie Larson prova que ‘Capitã Marvel’ é o filme mais girl power do momento

Em visita ao Brasil, a atriz foi ao MASP, se apaixonou pelas obras de um grande pintor baiano e também conversou com o MdeMulher. Vem ver!

Ainda que mais de 10 anos tenham se passado desde a estreia do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) e mais de 20 filmes tenham marcado as telonas, o nosso momento chegou. Com estreia adiantada no Brasil para o dia 7 de março, “Capitã Marvel” está prestes a entrar em cena para mostrar que o mundo dos super-heróis é assunto de mulher.

A responsável por dar vida à personagem é a Brie Larson, conhecida também pelo papel da Joy em “O quarto de Jack”, filme que a fez levar para casa o Oscar de “Melhor Atriz”, em 2015.

Para a felicidade dos fãs brasileiros da atriz que promete fazer história no mundo dos quadrinhos, ela foi um dos nomes que marcaram presença na Comic Con Experience 2018 – evento popularmente conhecido como CCXP –, no dia 8 de dezembro.

Depois de passear pelo Museu de Arte de São Paulo (MASP) e até mesmo elogiar o pintor e escultor baiano Rubem Valentim, com um clique bem caseiro em frente à exposição, Brie ocupou a cadeira do painel mais esperado no pavilhão da Expo São Paulo. 

Durante a conversa com o público, que foi à loucura com sua presença, a atriz revelou que precisou esconder durante um ano que havia recebido o convite para ser a protagonista do longa. Também brincou que, ao vestir o uniforme da super-heroína, instantaneamente pensou em como seria difícil fazer xixi com ele.

Com a divulgação intensa do longa – até a Mônica foi transformada na Capitã Marvel – e a importância dele na representatividade feminina no mundo da Marvel, o MdeMulher aproveitou a visita da Brie ao Brasil e bateu um papo com a atriz.

Com exclusividade, ela revelou qual foi a maior dificuldade que enfrentou para dar vida à super-heroína e o que significa ter uma personagem como a dela na luta pela equidade de gênero.

Veja também

Confira a entrevista completa em vídeo:

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆