Carla Diaz é escolhida para interpretar Suzane von Richthofen em filme

De acordo com o diretor do longa, Maurício Eça, o filme será um "thriller psicológico de suspense", com informações nunca antes abordadas sobre o crime.

Com um bom histórico recente de produções sobre crimes famosos, como o documentário sobre o desaparecimento da menina Madeleine McCann e a série sobre o assassinato de Gianni Versace, a novidade da vez é brasileira. De acordo com o influenciador Hugo Gloss, para o UOL, a atriz Carla Diaz (“Espelho da Vida” e “A Força do Querer”) foi escolhida para interpretar Suzane von Richthofen em um filme sobre o crime cometido em 2002. A história tem como nome provisório “A Menina que Matou os Pais”.

Para quem não tem o caso tão fresco na memória, Suzane matou os pais Manfred e Marísia von Richthofen, com a ajuda do namorado da época, Daniel Cravinhos, e do irmão dele, Cristian. A autora do crime e o parceiro foram condenados a 39 anos e 6 meses de prisão, ao passo que o cunhado pegou 38 anos e 6 meses. Em 2013, os irmãos conseguiram o direito ao regime semiaberto. 

Com previsão de chegada aos cinemas em 2020, a trama sobre o crime será um “’thriller psicológico de suspense’”, com “detalhes e discussões nunca antes debatidos sobre o caso”, lembra o influenciador sobre o anúncio feito pelo diretor da história, Maurício Eça, em 2018. O filme já está na fase de pré-produção e tem o roteiro assinado por Ilana Casoy, que é criminóloga e escritora, junto com Raphael Montes.