Cinco coisas que você não sabe sobre Ashley Graham, primeira capa plus size da Sports Illustrated

A modelo está fazendo sucesso graças a sua beleza e luta contra a ditadura do corpo magro.

Com 29 anos, Ashley Graham, natural de Nebraska, nos EUA, está mudando o pensamento de muitos no meio da moda. Ela ganhou os holofotes da imprensa ao ser a primeira modelo plus size a estampar a capa da famosa revista norte-americana Sports Illustrated. Confira cinco fatos a respeito da famosa que está dando o que falar:

Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram (/)

1. Ela está fazendo uma tempestade no mundo da moda:

Além de capa da Sports Illustrated, ela estrela a campanha esportiva de moda plus size da marca Forever 21. Também ilustrou a campanha de jeans da marca NYDJ’s e participou da campanha #ThisBody da etiqueta plus size Lane Bryant’s. Tudo isso apenas nas últimas semanas. 

Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram (/)

2. Ashley tem sua própria linha de lingerie:

A modelo iniciou sua carreira como modelo de lingerie e hoje possui sua própria linha de roupas íntimas. E não é só isso: na NYFW, Ashley subiu à passarela e foi a modelo de sua própria coleção.

3. Discursou em um Ted Talk esgotado a respeito de diversidade:

No último mês de maio, na Espanha, a modelo contou sobre suas inseguranças e como se sentia com relação a seu corpo. 

Assista ao TED na íntegra:

4. Graham quer abonar o termo “mulher real”:

Seu corpo sempre esteve próximo das curvas reais das mulheres, principalmente as americanas. Por conta disso, a modelo escuta muito que representa a mulher real. Porém, ela diz não gostar desse termo. “Prefiro o termo ‘mulher’, sem rótulos, sem nada, apenas mulher. Nós somos naturalmente magras ou curvilíneas. Quando criamos legendas, ofendemos as pessoas”, opinou.

Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram (/)

5. Ela não tem medo de criticar ou ironizar marcas que são contra mulheres curvilíneas:

Em abril, Ashley posou para a campanha de lingerie #ImNoAngel, da marca plus size. Não sutilmente, a etiqueta criticou o anúncio de “corpo perfeito”, da marca Victoria’s Secret.