Como Kylie Jenner foi de caçula “apagadinha” a dona de si e de um império

Vivendo o auge da autoestima e super realizada na função de mãe, ela acaba de ser anunciada a milionária mais jovem do mundo. Palmas para Kylie!

Quando “Keeping Up With The Kardashians” estreou, em outubro de 2007, Kylie Jenner tinha recém completado 10 anos de idade. O programa vinha na esteira da fama repentina de Kim Kardashian (por causa de uma sex tape vazada na internet), capitalizada pela “momager” Kris Jenner, e a caçula do clã entrou nessa história totalmente sem querer.

Dificilmente protagonista de algo relevante na atração – claro, ela era uma criança! –, não demorou para Kylie ser apontada como a irmã mais “sem graça” e “apagadinha” das Kardashian-Jenner. Isso teve impacto em sua autoestima e poderia ter arruinado sua transição para a vida adulta.

Que novinhos todos eram na primeira temporada de KUWTK! Kylie é a de blusa clara, na frente de Bruce Jenner

Que novinhos todos eram na primeira temporada de KUWTK! Kylie é a de blusa clara, na frente de Bruce Jenner (E!/Divulgação)

Mas Kylie preferiu ser adepta da máxima “se a vida lhe der limões, faça uma limonada”. Depois de um período de crise, apostou em sua quase compulsão por makes completas para criar uma grife de maquiagem, a Kylie Cosmetics, e cuidou de sua vida pessoal de forma mais privada do que se poderia esperar de uma pessoa tão exposta ao longo de uma década. O ponto máximo foi ter conseguido preservar a imagem durante uma gravidez inteira e só voltar aos holofotes depois do nascimento de sua filha, Stormi, em fevereiro deste ano.

De lá para cá, Kylie é só alegria. Realizada no papel de mãe, estabilizada no relacionamento com o pai de Stormi (o rapper Travis Scott), feliz com a própria aparência a ponto de ter se livrado de todo o preenchimento no rosto e, cereja do bolo, anunciada pela Forbes como a milionária mais jovem do mundo e da história do ranking da revista.

Vem com a gente relembrar com mais detalhes como foi a trajetória de Kylie até chegar aqui.

O “patinho feio” de KUWTK

Distante em idade das três irmãs mais velhas – Kourtney, Kim e Khloé são filhas do primeiro casamento de Kris e, respectivamente, 18, 17 e 13 anos mais velhas que ela –, Kylie sempre teve como referência e convívio Kendall, sua única irmã filha da mesma mãe e do mesmo pai (Bruce Jenner, desde 2015 Caitlyn Jenner).

E em KUWTK vimos como, sem que isso fosse premeditado, o desenvolvimento de Kendall abalou o começo da adolescência de Kylie. Aos 14 anos, Kendall se revelou uma modelo em formação e Kylie, então com 12 anos… não. Teve ciumeira, teve Kylie desabafando e Kris não se importando, o combo todo.

Poderia ter passado batido como birra de adolescente, mas o que rolou nos anos seguintes demonstrou claramente que brotaram questões de autoestima em Kylie. Ela foi se transformando, colocando bastante maquiagem em seu look e, aos 15 anos, fez seu primeiro procedimento estético, um preenchimento labial. A Kylie “original” foi sumindo aos poucos.

A volta por cima com a Kylie Cosmetics

E então veio o pulo da gata. Em novembro de 2015, aos 18 anos de idade, Kylie decidiu lançar um kit de batons. Tudo online e contando com a publicidade via Instagram, onde já tinha milhões de seguidores. Para começar, mandou fabricar 5 mil unidades de cada cor. As vendas foram um sucesso sem precedentes e os batons se esgotaram em horas.

A empresária iniciante precisou recalcular sua rota, fazer uma parceria com um fabricante maior de cosméticos e três meses depois lançou um novo kit, desta vez com 300 mil unidades de cada cor. Sucesso de vendas novamente. Tudo esgotado em horas novamente.

Trimestre após trimestre, a história foi se repetindo. Em maio de 2017, apenas 18 meses após o início das operações, a Kylie Cosmetics tinha lucrado US$ 420 milhões. Só para você ter uma ideia, a tradicional grife Estée Lauder levou 10 anos para lucrar US$ 500 milhões.

A neo empresária da indústria cosmética manteve o ritmo, lançou algumas coleções com colaborações das irmãs, sempre com sucesso de vendas e produtos esgotados em menos de um dia. Um fenômeno, sem sombra de dúvida.

Kylie construiu seu império a partir da necessidade de se afirmar como muito mais do que a “apagadinha” das irmãs ou a “apenas irmã” da agora top model Kendall Jenner. Investiu em quatro casarões na Califórnia e em uma coleção de carros de luxo que não para de crescer.

A maternidade e as pazes com a aparência

Eis que, ali por setembro do ano passado, Kylie diminuiu drasticamente sua presença no Instagram – justamente a plataforma por onde sempre manteve o contato com seu público fiel. Sumiram as dezenas de selfies semanais, só apareciam alguns #tbt e os anúncios de novas linhas de batons da Kylie Cosmetics.

Surgiram os boatos de uma gravidez e, surpreendentemente, Kylie conseguiu resguardar sua imagem. Nunca desmentiu, nunca confirmou.

Em fevereiro deste ano, ressurgiu gloriosa no Instagram, pedindo desculpas pelo sumiço, explicando que optou por passar sua gravidez longe dos holofotes e apresentando Stormi Webster, nascida em 1º de fevereiro.

View this post on Instagram

stormi webster 👼🏽

A post shared by Kylie ♥️ (@kyliejenner) on

E tudo voltou ao normal. Os posts, as selfies, os lançamentos de maquiagem com ela própria como garota-propaganda, as colaborações com as irmãs. Com a vantagem de agora ser uma Kylie muito mais confiante e visivelmente mais feliz.

A milionária – quase bilionária – mais jovem da história da Forbes

Na semana passada, a biografia meteórica de Kylie ganhou um ponto extra gigante: a capa da edição dos milionários do ano da Forbes. A revista a apresentou na 27ª posição do ranking geral e como a empreendedora milionária mais jovem do mundo e da história da publicação.

Kylie Jenner capa da Forbes

 (Forbes/Reprodução)

O patrimônio líquido de Kylie, de acordo com a publicação, é de US$ 900 milhões. Como o aniversário dela é só no dia 10 de agosto, há a chance de ela atingir a maioridade bilionária – basta fazer mais US$ 100 milhões nesse período. Vamos ficar de olho, porque dela podemos esperar tudo!

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆