Confira os bastidores do ‘Masterchef’, que já começou eletrizante!

O reality da Band teve 10 mil inscritos e está bombando, com pressão total

A segunda temporada do MasterChef, da Band, se iniciou na terça, 19, prometendo tirar o fôlego. O formato é o mesmo da edição anterior, que foi sucesso de audiência e crítica, mas a pressão para cima dos 18 participantes, desta vez, está sendo muito maior. Pelo menos foi isso que a jornalista e apresentadora Ana Paula Padrão contou à nossa reportagem.

O programa recebeu 10 mil inscritos, que após uma triagem rigorosa foram reduzidos a 400 selecionados iniciais. Destes, 75 foram avaliados numa prova de fogo: cozinhar para os jurados e chefs profissionais Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella. “Os candidatos agora são bem diferentes. Na primeira temporada, eles eram mais curiosos. Já os novos têm a cozinha incorporada, talento e informação. Não que os anteriores não fossem bons, mas estes são melhores”, revelou Paola, que comanda os restaurantes Arturito e La Guapa, em São Paulo. 

Divulgação/Band Divulgação/Band

Divulgação/Band (/)

No dia da coletiva de lançamento da atração, na terça, 12, na Band, na capital paulista, Ana Paula contou que as gravações estão acontecendo em ritmo intenso. “A gente não pode dar tempo aos competidores de irem para casa treinar para as provas. Então temos gravado de domingo a domingo. Estamos num ponto das gravações em que sobraram 13 deles”, revelou a jornalista, que reconhece estar mais desenvolta atualmente. “Recebi muitas críticas sobre minha atuação (na temporada passada). E, reconheço, não me encontrava no palco, não conseguia me ver direito no set. Agora, com a ajuda do diretor Patrício Díaz, o Pato, fiquei mais à vontade”, disse Ana Paula, toda feliz.

E ela está gostando ainda mais, porque encontrou um jeito jornalístico para a sua atuação. “Fui conhecer a vida das pessoas, fiz entrevistas, participei das seleções, estou mais envolvida”, contou a bela.

Animais vivos

Uma prova no reality vai provocar polêmica, como da vez passada… A ideia é criar pratos com animais que vão vivos para a panela, como lagostas e camarões, por exemplo. Na primeira temporada, foram utilizados caranguejos.
De leve, Paola já saiu na defesa do MasterChef. “Tem muita gente que diz ‘ah, ela matou um caranguejo’, mas depois vai ao supermercado e compra peito de peru defumado na bandeja de isopor, põe no meio do pão e nem se dá conta de que também está comendo um animal que foi abatido.”

Divulgação/Band Divulgação/Band

Divulgação/Band (/)

Paola contou ainda que vão mostrar como alguns animais são criados até o abate para consumo. “Acho interessante a gente saber se aquele animal que comemos foi bem cuidado e abatido com respeito, de forma humanizada.”

Outra novidade é a participação de Chuchu, o porquinho de estimação de Jacquin. “Ele será usado apenas para a gente explicar cortes de carne”, tranquilizou o diretor Pato.

A fama de mau

O chef Jacquin, aliás, é apontado como durão e implacável. Mas garante: não é uma pessoa intratável. O francês, na verdade, esbanjava simpatia, sempre. “Nunca imaginei um dia deixar a França, vir para o Brasil e participar de um programa de sucesso na televisão, ainda mais com esse meu português cheio de sotaque. Já estou há 20 anos aqui e sou corintiano”, declarou Jacquin, cheio de orgulho.

Divulgação/Band Divulgação/Band

Divulgação/Band (/)

Chef do Tartar&Co, badalado restaurante na capital paulista, ele também brincou com o fato de a produção colocar legendas em seus comentários na atração.

Segundo Ana Paula, Jacquin esbanja humor. “Ele fica imitando a Paola o tempo todo. A gente se diverte muito!”, revelou a apresentadora, que anda num astral ótimo.

Assim como na temporada de estreia, haverá participação eventual de outros chefs consagrados, como Rodrigo Oliveira, do restaurante Mocotó, de Sampa. 

O vencedor do MasterChef ganhará R$ 150 mil para abrir um negócio e R$ 1 mil por mês por um ano para compras com o cartão Carrefour. E mais, um carro zero e uma bolsa de estudos na famosa escola de culinária Le Cordon Bleu, em Paris, na França. O programa é exibido às terças, às 22h30, e a temporada terá 17 episódios.

Leia mais: Os principais programas de culinária do mundo

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s