Dalai lama completa 75 anos nesta terça-feira

Líder espiritual budista dedica sua vida a busca de soluções pacíficas para a independência do Tibete

Dalai lama completa 75 anos nesta terça-feira

Dalai lama é considerado uma reencarnação 
do próprio Buda
Foto: Getty Images

Dalai Lama, um ícone da compaixão para a cultura tibetana, completa 75 anos nesta terça-feira (06/07).

Tenzin Gyatzo é o 14º dalai lama e foi reconhecido por monges, aos dois anos, como uma das reencarnações de Buda. Nascido de uma família de camponeses, Tenzin foi empossado como líder espiritual do Tibet aos 4 anos foi e passou a se chamar Jampel Ngawang Lobsang Yeshe Tenzin Gyatso.

Com a invasão do Tibete pela China em 1950, ele tornou-se chefe de Estado, porém, em 1959, depois do fracasso de uma rebelião nacionalista contra o governo chinês, teve que deixar o país e se exilar na Índia.

Diferentemente de seus antecessores, que mantinham uma postura mais fechada, o dalai lama prioriza as negociações pela soberania tibetana e, para isso, estabeleceu contatos com dirigentes de todo o mundo.

 

Dalai lama completa 75 anos nesta terça-feira

Dalai lama em reunião com o então presidente dos Estadis Unidos Bill Clinton, na Casa Branca, em 1998
Foto: Getty Images

 

Infelizmente, os esforços do líder não obtiveram sucesso, pois o governo chinês não tem se mostrado aberto a negociações.

Sua atuação política o tornou uma personalidade mundial e em 1989 recebeu o Prêmio Nobel da Paz por seus esforços em alcançar a paz entre os homens.