Dani Monteiro: ‘Ninguém apostava em mim para fazer qualquer outra entrevista, eu me sentia limitada’

Ela revela como foi sua batalha para provar que poderia ser mais do que uma repórter esportiva

Siga o mdemulher no Instagram

A carioca na Praia do Pepê, na Barra da Tijuca
Foto: Miguel Sá

Dani Monteiro, 34 anos, era atleta de windsurfe quando começou a fazer matérias para o canal SporTV, aos 17. Até que não deu mais para conciliar a vida de esportista e repórter. Ela se dedicou ao jornalismo e foi atrás de novos desafios. “Todo mundo sabia que eu era capaz de falar de esporte, tinha muita credibilidade. Mas ninguém apostava em mim para fazer qualquer outra entrevista e eu me sentia limitada. Quero falar de esporte? Sim, porque amo. Mas também quero abordar outros assuntos”, explica.

Herdeira a caminho

Depois de oito anos com um quadro no Esporte Espetacular (Globo), Dani estreou o Extremos (Multishow), no qual fazia escalada, acampava e chegou a descer de rapel a cachoeira mais alta do mundo. Até que engravidou de Maria, hoje com 4 anos. “Aí pensei: agora acabou mesmo, não quero mais fazer isso. Ficava 27 dias fora de casa, não tinha condição”, conta.
 
A gravidez foi planejada, mas complicada. A repórter chegou a ter pré-eclampsia e precisou ficar de repouso durante uma parte da gestação. Maria nasceu bem, mas Dani conta que só achou seu equilíbrio ao voltar ao trabalho: “Fiquei muito preocupada com minha filha. Retornar ao trabalho foi uma necessidade, porque meu marido (Felipe Uchôa, 33) é funcionário público e precisamos que os dois trabalhem, mas também foi um prazer, porque me trouxe sanidade”.
 
Os novos desafios na carreira
 
E logo que voltou da licença-maternidade, foi escalada para o Rock In Rio (2011). Quem não se lembra da famosa entrevista que Dani fez com Christiane Torloni, 57, nos bastidores do festival em que a atriz disse: “Hoje é dia de rock, bebê!”? “Dois meses depois, o Boninho me chamou para cobrir as férias da Geovanna Tominaga no Video Show. Fui para ficar 30 dias e estou lá até agora!”, vibra.
 
Dani e a natureza
 
Ainda com intimidade com a prancha de surfe, Dani não faz nada para manter o corpo. E afirma que come de tudo, principalmente pizza! Mas, agora, com a filha começando a frequentar a escola pela manhã, ela garante que isso vai mudar. “Sinto falta da minha relação com a natureza. Tiro dela meus valores. Olhe o tamanho do mar! Olhe o tamanho do seu problema! A natureza me mostra o quanto realmente eu preciso das coisas e que não necessito muito de nada, a não ser das relações fundamentais!”, reflete.
 
Será que vem outro bebê?
 
E nessas relações estão Felipe e Maria. Mais algum herdeiro a caminho? “As chances de quem já teve pré-eclampsia são de 25% de ter novamente em outra gravidez. Tenho medo! Não foi fácil a gravidez, 22 quilos acima do peso, muito inchaço, repouso, o começo quando ela nasceu”, diz Dani. Mas a pressão em casa é grande. “Maria todo dia pergunta, até falou para meu marido: ‘Quando vem meu bebê, papai? Você não namora a mamãe, não (risos)?'”
 
Dani Monteiro: 'Ninguém apostava em mim para fazer qualquer outra entrevista, eu me sentia limitada'

Dani se diverte na praia
Foto: Miguel Sá