Daniel Aguiar interpreta vampiro sexy

O ator comenta sobre o Vlado de Caminhos do Coração. Ele também revela os segredos que usa na hora da conquista

Quando quer conquistar, Daniel utiliza 
o olhar e todo o seu romantismo
Foto: MICHEL ANGELO / REDE RECORD

Esqueça o bom moço Eduardo, de Alta Estação. Em Caminhos do Coração, Daniel Aguiar surge muito mais interessante. O gato de 31 anos encarna o malvado Vlado, seu primeiro vilão. E, apesar de ser um monstro, Dani optou por deixá-lo supersexy. “Os vampiros seduzem a vítima e, quando não estão esperando, atacam!” Uau! E quer saber o melhor? O bonitão carioca – de 1,84 m e 80 kg – contou detalhes picantes de sua vida pessoal: dorme só de cueca e, por enquanto, sozinho. Alguém candidata o pescocinho?

As cenas do Vlado são bem sensuais. Foi você que escolheu deixá-lo assim?
Foi. Eu descobri que os vampiros estão sempre hipnotizando e flertando com a vítima. Eles a seduzem e, quando não estão esperando, atacam. O fato de Vlado se alimentar de sangue traz uma carga muito animal e ele se acha poderoso por isso. Eu, particularmente, fico feliz de fazer um monstro e tirar o estigma de homem bonito. Ser ator é uma coisa que está entrando no meu sangue.

E que “poderes” você costuma usar na hora de conquistar sua “presa”?
O olhar. Sou muito na minha. Não gosto de cantada, piadinha… nada disso. Primeiro admiro e só depois chego na pessoa. Numa relação, sou do tipo que dá flores, mas acredito que, em alguns momentos, o romantismo não se encaixa. Faço questão de deixar a mulher ter o espaço dela.

O que as interessadas devem fazer para chamar sua atenção?
Não vou ser hipócrita, a beleza me atrai. Mas tem que ser inteligente. Sinceramente, se não der para conversar, não rola.

E em qual parte do corpo da mulher você mais gosta de cravar os dentes?
Adoro barriguinha. Gosto de mulher feminina. Garota muito malhada fica parecendo homem, não é legal mesmo…

Tem alguma coisa que você considera afrodisíaco?
Um bom vinho, né? Mas não sou muito afeito àquelas comidas afrodisíacas, como ostra. Ah! Uma vez tomei um drinque de absinto que me deixou muito quente (risos).

Uau! É mesmo? E qual o lugar mais diferente que já fez amor?
Hum, acho que fora do carro tomando chuva. Foi na rua, mas bem escondidinho.

Tem alguma fantasia não realizada?
Não! Eu realizo todas.

Como é uma noite perfeita para você?
Vamos lá… Um jantar de comida japonesa, muito bem acompanhado, é claro. E, depois, um bom champanhe.

Já fez alguma loucura por alguém?
Quando era modelo e morava em Paris vinha ao Brasil nem que fosse só para passar uns dias com a minha namorada (Michelle, produtora de moda, com quem se relacionou por sete anos).

Ainda acredita em “viveram felizes para sempre”?
Acredito em amor para toda a vida. Quando casei, eu achei que fosse assim, mas acabou não acontecendo. É difícil, mas sempre acho que, na vida, é melhor tentar do que se arrepender depois do que não fez.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s