Débora Bloch defende a legalização do aborto

A atriz, que será uma das protagonistas de 'Sete Vidas', falou sobre a polêmica acerca do tema durante a festa de lançamento da novela, na última quinta-feira (26)

Siga o mdemulher no Instagram

Em meio a tanta discussão sobre o aborto, Débora Bloch revelou ter feito um, aos 20 anos, e defendeu a legalização da prática. “É muito louco que a gente esteja em 2015, com uma presidente mulher e o aborto ainda não tenha sido legalizado no Brasil”, falou. 

A atriz também falou dos perigos aos quais muitas pessoas se submetem por causa da proibição. “Acho uma hipocrisia, já que tantas mulheres sofrem com esse problema, morrem por causa disso, fazem abortos clandestinos perigosíssimos. Lógico que ninguém é a favor de aborto, mas sou a favor de que seja legalizado. Ele existe, está aí, é um atraso”, desabafou a atriz, que tem dois filhos, Julia, 20 anos, e Hugo, 17 anos. 

Em uma boa fase da vida, a atriz se diz focada no trabalho, na novela Sete Vidas, que estreia dia 9, na TV Globo. “Diria que estou numa fase em que meus filhos já estão grandes, uma fase de mais liberdade”, descreveu.

Débora viverá a personagem Lígia, uma jornalista de economia que primou pela carreira em detrimento da família, da maternidade. “Essas mulheres chegam em uma idade em que o relógio biológico começa a apitar. É um assunto muito atual. E ela vai engravidar naturalmente, surpreendentemente”, brinca a atriz, que acaba de ganhar um sobrinho de uma gravidez inesperada, da irmã Deni Bloch.

“Minha irmã na vida real teve um filho agora, naturalmente, aos 46 anos. Foi surpresa. É uma coisa que está acontecendo muito, as mulheres da geração da minha mãe tinham filhos aos 20 anos, na minha geração começaram a ter filhos com 30 e agora já estão tendo filhos com 40”, reflete.

Mas esse não é o caso dela, que não coloca em questão ter um filho nessa altura da vida. “Já tenho dois filhos maravilhosos, tive essa experiência da maternidade, então não é uma questão. Quando os tive, já tinha uma carreira profissional bem sólida e foi bom, porque quando nasceram, eu estava afim disso mesmo. Não estava dividida. Mas ser avó pretendo um dia”, garante ela.

Para manter a beleza e ótima forma, aos 51 anos, ela mantém uma rotina de exercícios. “Estou tentando manter. Faço muito exercício, corro, faço musculação, pilates, cuido da alimentação, não tem novidade. Ter bom humor é um ingrediente pra felicidade, estar satisfeita com o que está fazendo”, dá a dica.