Diretor do novo clipe de Anitta já foi acusado de abusos sexuais

Terry Richardson: conheça o fotógrafo americano que tem diversas denúncias de abuso sexual no currículo. Há mais de 15 anos ele coleciona acusações.

O fotógrafo Terry Richardson é um nome importante entre as celebridades americanas, mas também é um cara que carrega no currículo diversas acusações de abuso sexual. Isso definitivamente não é novidade, mas o assunto voltou a ganhar força no Brasil, desde que Anitta anunciou que ele é o nome por trás do clipe de sua mais nova música de trabalho: “Vai Malandra”.

No último domingo (20), Anitta publicou uma foto de Richardson no Instagram Stories, dizendo (em inglês): “Eu simplesmente ainda não consigo acreditar que o meu próximo clipe é uma criação do Terry Richardson”.

Leia mais: Anitta está gravando novo clipe dirigido por Terry Richardson

View this post on Instagram

🇧🇷🇧🇷🇧🇷

A post shared by Terry Richardson (@terryrichardson) on

A fama abusiva do americano já é conhecida há mais de 15 anos. Ele já foi acusado diversas vezes de constranger suas modelos e até mesmo estagiárias nos ensaios fotográficos. Basicamente, a maioria das denúncias giram em torno do mesmo tema: sem aviso prévio, o fotógrafo exige que as modelos fiquem nuas e se submetam a situações degradantes em nome de cliques ousados. Além disso, ele também é acusado de pedir que as modelos toquem e chupem seu pênis.

Em 2001, a modelo Liskula Cohen abandonou uma seção de fotos comandada por ele. Na época, Liskula declarou que Richardson mandou que ela tirasse a roupa e simulasse sexo com homens que também deveriam estar nus. Segundo a moça, os homens não eram modelos nem atores, mas simplesmente amigos do fotógrafo. “Ele fez eu me sentir como se fosse uma prostituta”.

Em 2007, a top Coco Rocha declarou que estava profundamente abalada pelas coisas que aconteceram durante um ensaio para a Vogue Paris, clicado por Richardson. Ela não revelou detalhes, mas disse que jamais voltaria a trabalhar com ele.

Em 2014, a modelo Emma Appleton chegou a publicar o print de uma mensagem enviada a ela, onde Richardson diz que ela poderá aparecer em um editorial da Vogue, caso aceite transar com ele. A repercussão foi muito grande e dividiu opiniões na época: ela recebeu o apoio de muita gente, mas também foi acusada de querer se promover. Poucas horas depois, Emma apagou o post e disse que havia se arrependido.

Emma Appleton

 (Twitter/Emma Appleton/Reprodução)

No mesmo ano, a modelo Charlotte Waters também denunciou o fotógrafo. Segundo ela, Richardson lambeu sua bunda sem autorização durante um ensaio fotográfico.

E, pode acreditar, essas são apenas algumas das acusações no currículo do americano. Ainda em 2014, o The Guardian publicou um textão em que Richardson foi chamado de “um predador com uma câmera” e, dez anos antes, o The Observer também já havia publicado um extenso artigo repudiando a maneira sexualmente abusiva como o fotógrafo trata as mulheres com as quais trabalha.

Mesmo assim, Terry Richardson parece ser um homem blindado. Ele continua sendo requisitado pelas maiores revistas de moda do mundo, além de grifes e artistas como Beyoncé e Miley Cyrus. Agora, Anitta também estará nesse seleto hall.