Eriberto Leão: “Agora minha vida é para o meu filho”

O ator Eriberto Leão fala de toda sua emoção com o nascimento do primeiro filho, João, e sobre o sucesso de seu personagem em Insensato Coração

Eriberto e sua esposa, Andréa, na saída da maternidade, curtindo os primeiros momentos com João
Foto: Agnews

Eriberto Leão é uma raridade no meio artístico. Para o ator, de 38 anos,  mais importante do que dinheiro ou o sucesso fácil é o caminho que se deve trilhar para chegar ao topo. Por isso, saboreia com tanto prazer o Pedro de Insensato Coração, seu primeiro protagonista no horário nobre da Globo em 15 anos de carreira.

“E é o que eu almejo para o meu filho. Um ser que saiba que não é fácil viver. Mas que, com disciplina, integridade, luta e hombridade, a gente pode vencer”, afirma o paulista, que acabou de ser pai (João nasceu no dia 5) e está caminhando nas nuvens de tanta alegria. “Estou muito feliz! Filho dá um upgrade na vida. Em todos os sentidos. A gente descobre um amor tão grande, que nem sabia  que existia.”
 

Olha o João aí, gente!

“João foi muito desejado, foi planejado mesmo. Por isso, toda a gravidez da Andréa (Leal, atriz e esposa do ator) foi curtida. Gostava de tocar para ele Menino Deus, do Caetano Veloso. Ele se mexia na barriga sempre que cantava essa música. Assisti ao parto e me emocionei demais. Só quem passou por isso sabe como é… É indescritível. O filho lhe dá um equilíbrio muito grande… Busco, nas minhas atitudes e no meu dia a dia, ser um pai consciente. Nos dias de hoje tem que ser muito disciplinado e consciente, porque não é brincadeira criar um filho. Tenho que aprender a não ser mais egoísta. Não vivo mais para mim, agora minha vida é para o meu filho. Ele é a inspiração maior, a razão de tudo. Até essa novela é dele, porque a gestação do Pedro foi paralela a ela. João, mesmo antes de nascer, já me inspirava. Estou muito feliz! É muito amor. Filho dá um upgrade na vida. Em todos os sentidos. A gente descobre um amor tão grande, que nem sabia que existia.”
 

Integridade e luta

“O sucesso não é destino, e sim jornada, que é trilhada diariamente. E é o que eu almejo para o meu filho. Um ser que saiba que não é fácil viver. Mas que, com disciplina, integridade, luta e hombridade, a gente pode vencer.Temos que ser uma rocha. E isso é meu personagem: Pedro significa pedra. Se a gente consegue vencer de outra maneira, constrói um banco de areia, que o vento pode soprar e o mar levar. Isso é o que meu pai aprendeu com meu avô, eu aprendi com meu pai e que vou passar para o meu filho.”
 

Rei das novelas das 6

“Acredito, sim, que foi o sucesso das novelas das 6 que eu fiz que me levou a ser chamado para Insensato Coração. Vejo isso nas viagens que faço: as donas de casa confessam terem sido tocadas pela paralisia do Zeca (de Paraíso), pelo Tomé (de Cabocla) morrendo, pelo Dimas (de Sinhá Moça) no tronco. Todos foram heróis e são bem diferentes. E me sinto muito feliz por ter feito personagens com esse perfil de herói, mas que eram totalmente diversos.Na história do cinema, todos os grandes filmes têm um herói  e são diferentes.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s