Ex-empresária de Anitta, Kamilla Fialho, fala sobre o rompimento com a cantora

A empresária diz que ficou de luto depois da notícia. "A gente tinha uma relação de mãe e filha"

Kamilla Fialho em entrevista à Antonia Fontenelle sobre o fim de contrato com Anitta
Foto: Reprodução | Youtube

Kamilla Fialho, 33, ex-empresária de Anitta, 21, e sócia da K2L, resolveu abrir o jogo sobre o fim de sua relação com a funkeira. Em uma entrevista ao programa Na Lata, de Antonia Fontenelle, 41, ela contou como foi o início da carreira de Larissa de Macedo, verdadeiro nome da cantora, até o cachê dela ser multiplicado por 10 em menos de um ano.

Depois de falar brevemente sobre a própria carreira no ramo musical, que começou com o Mc Sapão, a conversa seguiu para a polêmica que envolveu a quebra de contrato de Anitta com a empresária. “(Foi um susto) absurdo. Eu não imaginava”, disse Kamilla sobre quando recebeu a notícia.

Antônia Fontanelle também conversou com Anitta, na quarta 22, no programa de rádio “De Cara”, da FM O Dia. Ao responder a uma ouvinte, a cantora afirmou que só fala desse assunto através de notas oficiais, mas confirmou que hoje cuida de sua própria carreira. 

Ex-empresária de Anitta, Kamilla Fialho, fala sobre o rompimento com a cantora

Anitta com os apresentadores do programa de rádio “De Cara”, da FM O Dia
Foto: Reprodução Instagram

Confira o que Kamilla disse na entrevista ao Na Lata

Quando tudo começou

A chegada da Anitta na K2L virou a agência de cabeça pra baixo. “Juntei uma equipe incrível de produtores, tinha um departamento comercial muito forte e levei a Anitta para a Warner (gravadora). Nesse momento, ela saiu em três, quatro meses, do cachê de R$ 1.500 para R$ 15.000. Quando ela começou eu falei: ‘Você vai ter uma agenda de pop star. Mesmo sem ser uma, mas você precisa se habituar ao que vai acontecer na sua vida daqui pra frente'”, contou Kamilla, revelando que Anitta tinha aula de coaching, media training, personal trainer, aula de inglês, de canto, interpretação e expressão corporal. “Ela é extremamente inteligente, uma das artistas mais completas que eu já conheci. A Anitta tem dois lados e ela sempre falou isso. Ao mesmo tempo que é corajosa, ela sempre teve muito medo. Tomar uma decisão como essa na vida e na carreira dela é porque realmente as coisas mudaram muito na cabeça dela”, contou. 

O outro lado da moeda

Antonia perguntou à empresária se ela se sentiu traída com saída da funkeira e ouviu um enfático “sim”. “Eu sempre conversei com a Anitta que o relacionamento empresário-artista é igual a um casamento. Quando você não quer mais, você senta e conversa. A diferença é que temos uma multa no meio. Traição é um descumprimento de um combinado sem que a outra parte saiba. Não tinha a menor necessidade de ter acontecido assim. Ela foi estratégica. Exatamente como ela aprendeu a ser aqui. Se ela quisesse ter saído sem me avisar, ela não precisava ter levado para imprensa. Ela sabe que não existe roubo nenhum. Queria tanto que ela seguisse o caminho dela e eu seguisse o meu”.

A dívida

Sem papas na língua, Kamilla explicou o que aconteceu para o rompimento acontecer. “Nos primeiros seis meses dela na agência ela não gastava com absolutamente nada, nem com anticoncepcional. Ela comprava e a gente reembolsava. Inclusive parte dessa grana é que ela reclama em juízo. Não sei como ela pode reclamar de um dinheiro que é dela, foi ela que gastou. Depois, os dois anos seguintes, ia tudo para a ‘cabeça’, que nada mais é do que você comprar e todo mundo pagar, abater do lucro. Paralelo a isso houve um investimento na carreira dela, que foi o DVD. Era uma grana que os sócios foram deixando de receber durante seis ou sete meses, garantindo só o dela, somando um total de pouco mais de R$ 2 milhões, e essa grana não voltou.”

Carreira em cheque

Depois da saída de Anitta, artistas como Arthur Aguiar, que além de ator é cantor, deixou a empresa por medo de atrapalhar sua carreira musical no Brasil. “Assim como todas as crianças do fã-clube dela estavam acreditando naquilo, o mercado também. Mas quando acabou essa prestação de contas, decidi botar a cara. Falei: ‘Pronto. Eu já provei o que tinha que provar’. Porque a preocupação era que se eu demorasse muito tempo, ia acabar caindo no esquecimento e ia virar a ladra eterna. Tive uma semana de luto. (…) Estava pensando em desistir e ir morar na Califórnia”.

Até 2015

Para esclarecer se Anitta ia fazer os shows agendados pela K2L ou se seriam cancelados, Kamilla revelou que eles vão até fevereiro de 2015. “Foi o que eu falei, é o lado profissional dela. Primeiro é o dinheiro, os shows já estão fechados e pagos, que ela deixaria de ganhar, então não teria porquê ela fazer isso. Ela não deixaria de cumprir compromissos com pessoas que depois a contratariam com ou sem Kamilla”.
 

Nunca mais

 

Com a voz embargada, Kamilla contou que depois da notificação da justiça, ela não trocou mais nenhuma palavra com a cantora. “A última mensagem que eu mandei para ela foi no dia em que eu fiquei sabendo, lá na Califórnia, e ela estava ensaiando para a Dança dos Famosos. Eu mandei: ‘Anitta, você só está fazendo a pior coisa que você já fez na sua vida’, e nunca mais a procurei. A gente tinha uma relação de mãe e filha”.

Confira o vídeo: