Fafá de Belém defende descriminalização do aborto no ‘Conversa com Bial’

A cantora também falou de sua experiência com cocaína e defende novas políticas públicas com relação às drogas.

A cantora Fafá de Belém esteve no programa Conversa com Bial na noite de terça-feira (7), na Rede Globo. Conhecida por suas opiniões fortes e diretas, ela não fugiu da entrevista e dos assuntos polêmicos. Após dois dias de audiências públicas a respeito da descriminalização do aborto no Supremo Tribunal Federal, Pedro Bial perguntou qual a opinião de Fafá sobre a questão.

Fafá disse então que “tem que descriminalizar”. E afirmou que “nenhuma mulher faz um aborto porque quer”. Ela contou que perdeu um bebê logo depois que teve a filha Mariana: “Logo após Mariana (Belém) nascer, eu não tinha condições físicas de ter outro filho. Engravidei, perdi a criança e fiquei um mês muito mal. Imagina uma menina estuprada ou que não tem condição de ter um filho”.

A cantora reforçou que o atendimento às mulheres pós-aborto é maior e mais caro do que se houvesse um trabalho de prevenção. “Temos que conscientizar e cuidar dessas meninas que fazem o aborto com agulha de tricô, com lavagem de pimenta. É preciso descriminalizar e ter um atendimento a elas”. 

Além disso, Bial perguntou para Fafá sobre sua experiência com drogas. Fafá contou que já usou cocaína, e também se posicionou a favor de uma regulamentação e descriminalização das drogas: “Tive experiências, sempre fui muito curiosa. Um dia tinha um povo em casa, me olhei no espelho e me vi sendo tragada pelo que eu não queria. Falei: ‘não quero mais'”.

A cantora usou como exemplo a Holanda, que tem políticas públicas relacionadas a drogas bem mais liberais do que o Brasil: “A ilegalidade cria uma curiosidade entre os jovens. A gente tem que ter políticas públicas, fazendo como Amsterdam, que se tem uma cota para comprar”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s