Famosos criticam liminar que permite reorientação sexual

"Estou devastada", disse Anitta ao comentar a polêmica decisão.

Em 15 de setembro, a Justiça Federal aprovou, em caráter liminar (ou seja, provisório), que psicólogos podem oferecer terapias de “reorientação sexual” aos seus pacientes. A partir da medida, esses tratamentos não podem mais ser censurados pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP).

Eles foram proibidos pela instituição em 1999, há quase duas décadas, com um atraso de nove anos em relação à determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que, em 1990, excluiu a homossexualidade da lista de doenças existentes. Sobre a decisão do juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, o CFP informa que o processo está em sua fase inicial e afirma que vai recorrer.

Com a grande repercussão sobre a polêmica decisão, muitos artistas se manifestaram e criticaram a liberação. “Deus, cure a doença da cabeça do ser humano, que não enxerga os verdadeiros problemas de uma nação”, pediu Anitta em um vídeo no Instagram. 

A cantora não foi a única famosa a se posicionar contra a liminar. Carol Duarte, que interpreta Ivan em “A Força do Querer“, Fernanda GentilPabllo Vittar, Ivete Sangalo e Preta Gil foram algumas das celebridades que também não se calaram.

Confira o que os famosos estão falando sobre o assunto:

View this post on Instagram

That's what happens in my country. People dying, hungry, the government killing the country with corruption, no education, no hospitals, no opportunities… and the authorities are wasting their time to announce that homosexuality is a sickness. Homosexuals and bisexuals now have a treatment for this "sickness" here. So I ask… who is the real sick person here? I'm praying God that these real sick people find the cure of these crazy minds and start to look at the real important things here. / O Brasil se devastando e as autoridades preocupadas com quem queremos nos relacionar. Isso precisa acabar. Deus, cure a doença da cabeça do ser humano que não enxerga os verdadeiros problemas de uma nação. Pais, não obriguem seus filhos a procurarem cura pra uma doença que não existe, baseados neste fato político. Essa busca interminável sim pode deixa-los realmente doentes.

A post shared by anitta 🎤 (@anitta) on

View this post on Instagram

// NÃO SOMOS DOENTES 🌈

A post shared by Pabllo Vittar 🌩🔊✨ (@pabllovittar) on

View this post on Instagram

Eu passei o dia trabalhando e acabei de abrir os portais de notícias. São tantas as nossas lutas diárias! Só Deus sabe! O pior é que a gente ainda encontra tempo pra dificultar um pouco mais essa vida! Quando vamos compreender que o mundo é feito de diversas cores? E vamos aceitar que há diversidade na natureza por uma razão maior do que nossos olhos podem ver? QUANDO a gente vai perceber que é por conta das nossas diferenças que somos tão bonitos?! Todos precisamos de respeito! Todos temos os mesmos direitos! Retrocessos como acreditar que a condição sexual pode ser mudada torna nossa caminhada tão escura e sombria… Doença mesmo é o desafeto, a ausência de compaixão e, caso não fique claro, vale ressaltar, homofobia é crime e leva ao crime! Mais AMOR! 🌈

A post shared by Claudia Leitte (@claudialeitte) on

View this post on Instagram

É isso.

A post shared by Gretchenoficial (@mariagretchen) on

View this post on Instagram

Juntemos as vozes. #TFA🌈

A post shared by CantaLulu (@lulusantosoficial) on

View this post on Instagram

Quando eu me deparo com muita estupidez – uma triste característica humana – eu preciso de uma paisagem como essa para voltar a acreditar que existe saída para um pensamento estreito. Voltando de viagem ontem, dei uma olhada no noticiário e mais uma vez, desanimei. Na guerra infinita entre ignorância e luz, tem horas que parece mesmo que a primeira está vencendo. De tempos em tempos é assim. Aí eu fui buscar conforto nessa paisagem de Galápagos. A Natureza sempre nos acalma. Somos filhos dela – e, como ela é sábia, só posso ter esperança de que a gente tenha herdado alguma coisa dessa nossa mãe. Ontem mesmo li um artigo muito lúcido (de Andrew Sullivan, na "New York Magazine" – "America wasn't built for humans", se você quiser procurar) que defende a ideia de que estamos voltando para o tribalismo primitivo como sociedade – o que seria uma catástrofe para a civilização. Eu acredito que nós merecemos mais que isso. Que não somos capaz de julgar – e muito menos condenar – os outros apenas com um Twitter preguiçoso. Tem que haver uma saída pra tanto ódio e tanta, repito, ignorância. Tenho que acreditar que estamos caminhando para a luz. Mas até a gente chegar até lá, que bom que a própria Terra boa oferece espetáculos como esse, essa "catedral de pedra" em Galápagos – para que a gente não deixe de ter fé na beleza do mundo. Pensamento forte – que espero que mexa com sua terça-feira! Um ótimo dia pra você.

A post shared by Zecão (@zecacamargomundo) on

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s