Famosos prestam homenagem e lamentam a morte de Ruth de Souza

Nas redes sociais, muitos artistas relembraram a importância dessa grande atriz.

Aos 98 anos, morreu, neste domingo (28), a atriz carioca Ruth de Souza. Vítima de uma pneumonia, ela estava internada desde o começo da semana no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Copa D’Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. A causa da morte não foi informada pela unidade de saúde.

Pioneira, foi a primeira atriz negra a se apresentar no Theatro Municipal do Rio, na peça “O Imperador Jones”, de Eugene O’Neil. E a primeira brasileira indicada em um prêmio internacional de cinema, no Festival de Veneza de 1954.

Foram mais de 70 anos dedicados ao cinema, teatro e televisão. Teve passagens pela TV Tupi, Record, TV Excelsior e Globo. Fez mais de 20 novelas, entre elas “A Cabana do Pai Tomás”,  “O Bem-Amado”, “Pigmalião 70”, “O Rebu”, “Sinha Moça” e “O Clone”.

O último trabalho dela foi na minissérie global “Se Eu Fechar os Olhos Agora”, que foi ao ar este ano.

Nas redes sociais, muitos famosos lamentaram e prestaram homenagem para essa grande importante artista.

Taís Araújo

View this post on Instagram

Ela veio antes de todas nós. Ela veio antes da Chica Xavier, ela veio antes da Lea Garcia, antes da Zezé Motta. Ela veio antes de muitas antes de nós. Sempre com um talento arrebatador, um profissionalismo pra se destacar, um encanto e um respeito pela profissão, quando essa profissão não era respeitada, quando atrizes não eram respeitadas nem admiradas. Ela abriu todas as portas, ela escancarou essas portas e hoje Maria Ceiça, Zezé Barbosa, Isabel Filladis, Olivia Araújo, Nara Couto, Aline Dias, Elisa Lucinda, Grace Passô, Ana Carbatti, Camila Pitanga, Roberta Rodrigues, Cinta Rosa, Vaneza Oliveira, Adriana Lessa, Dhu Moraes, Heslaine Vieira, Priscila Marinho, Pathy de Jesus, Flavia Souza, Jéssica Ellen, Luana Xavier, Cacau Protásio, Sheron Menezzes, Indira Nascimento, Thalma de Freitas, Dani Ornelas, Jeniffer Dias, Tati Tiburcio, Erika Januzza, Mariana Nunes, Sylvia Nazareth, Larissa Noel, Thainá Duarte, Marcela Gobati, Fernanda Jacob, Cris Vianna, Heloisa Jorge, Jeniffer Nascimento, Juliana Alves, Dandara Mariana, Lucy Ramos, Maria Gal, Lidi Lisboa, Larissa Luz, Kesia Estácio, Adriana Alves, Luana Xavier (e tantas outras irmãs que não citei) e eu estamos aqui graças a ela e ao seu legado. Obrigada, Dona Ruth, obrigada por toda garra, todo empenho, todo talento, toda coragem, toda humanidade, toda perseverança. Obrigada por sua existência. E tomo a liberdade de agradecer em meu nome e no de todas as mulheres desse País, até das que não têm noção da sua importância. Te amo, te amamos, te saudamos, te celebramos. Seguiremos seus ensinamentos e honraremos seu legado. Sempre.

A post shared by Taís Araujo (@taisdeverdade) on

Zezé Motta

Lázaro Ramos

Lucy Ramos

Adriana Lessa

View this post on Instagram

Ruth de Souza, Rainha… hoje e sempre. Agradeço por sua vida. Agradeço por abrir caminhos, pelos ensinamentos… Grandes aprendizados!🙏🏾♥️ Ruth de Souza partiu, aos 98 anos, na manhã deste domingo (28/07/2019). Que descanse em paz. Seu grande legado se manterá vivo! . . . * Desde pequena tive o sonho de trabalhar com Ruth de Souza e Grande Otelo. Artisticamente realizei este sonho com Ruth de Souza, graças a @gloriafperez e @jaymemonjardim, na novela "O Clone" quando atuamos como mãe (Dona Mocinha) e filha (Deusa). . Será possível conferir (em breve) seu último trabalho em cinema, no qual ela contracena – aos 98 anos – com a Rainha Zezé Motta. * * "Ruth de Souza construiu uma bela e bem sucedida carreira no #teatro, #cinema e #televisão, tendo sido pioneira em todos esses campos artísticos no Brasil. A #atriz participou do Teatro Experimental do Negro – TEN, companhia responsável pela formação da primeira geração de atores negros no país. O TEN foi criado com o objetivo de valorizar a #cultura e a identidade afro-brasileiras, assim como criar novos espaços de atuação, lançando diversos nomes na #dramaturgia do país, entre eles o de Ruth de Souza." "A peça de estreia do TEN e de Ruth de Souza foi “O Imperador Jones”, de Eugene O’Neill, montada em 8 de maio de 1945. A peça foi encenada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e Ruth de Souza tornou-se a primeira atriz negra a se apresentar nesse palco. No cinema, por sua impecável interpretação no #filme “Sinhá Moça” (1953), foi indicada ao prêmio Copa Volpi de melhor atriz no Festival de Veneza. Tornou-se, assim, a primeira atriz brasileira a ter concorrido em uma premiação internacional de cinema." #ruthdesouza #oclone #elclon #adrianalessaoficial #arte #atriz #atriznegra #actresses #blackactresses

A post shared by Adriana Lessa. Atriz. Brasil (@adrianalessaoficial) on

Miguel Falabella

Gloria Perez

Walcyr Carrasco

Miriam Leitão

Lucélia Santos

Maju Coutinho

Eriberto Leão

Flávia Alessandra

Beth Goulart

Bruna Lombardi

 

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆