A última temporada de “Game of Thrones” vai estrear antes do previsto

O presidente da HBO trouxe boas notícias para os fãs sobre o 8º ano do seriado.

Siga o mdemulher no Instagram

O inverno, felizmente, vai chegar mais cedo na casa dos fãs de “Game of Thrones”. Em entrevista, nesta quarta-feira (25), o presidente de programação da HBO, Casey Bloys, confirmou que a 8ª e última temporada da série (que volta mais enxuta, com apenas seis episódios) será exibida na primeira metade de 2019, um sinal de que possivelmente a atração esteja retornando às raízes, já que os primeiros anos do seriado sempre iniciaram em março ou abril, a 7º temporada foi uma exceção e só estreou em julho.

Leia Mais: “Game of Thrones” arrasa e lidera a lista de indicados ao Emmy Awards 2018

A previsão inicial seria de que os momentos finais da produção fossem conhecidos do público apenas nos últimos meses do próximo ano. Então, respostas para perguntas como “será que Jonzinho-Floco-de-Neve e Daenerys Targaryen, Filha da Tormenta, a Não Queimada, Mãe de Dragões, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos e dos Primeiros Homens  vão mesmo ficar juntos?” e “Quando vai rolar a batalha final com os White Walkers?” vão chegar mais cedo.

E, enquanto a emissora prepara o último voo dos dragões, ela também está de olho em outras histórias para contar dentro do universo de Westeros. Foi confirmado também o piloto de uma série spin-off baseada em um roteiro criado por Jane Goldman e pelo velhinho mais procrastinador do mundo George R.R. Martin. De acordo com o executivo, a narrativa vai ser passar beem antes dos eventos de GOT, milhares de anos antes, aliás. Ao que parece, o enredo deve contar um pouco mais sobre “A Longa Noite”, período no qual Westeros caiu em uma escuridão profunda e boa parte da humanidade foi devastada por causa da fome e, bem, dos White Walkers…

“Nós começamos a procurar diretores e diretores de casting agora. As filmagens devem começar em algum momento do ano que vem. Fora isso, ainda não temos planos de fazer outros (spin-offs)”, disse ele, jogando um balde de água fria em quem esperava mais séries derivadas de “Game of Thrones”.