George Clooney dispara: “Meghan Markle é perseguida como era a Lady Di”

Em entrevista, ele falou sobre a amiga, e aproveitou para esclarecer os boatos de que ele seria padrinho do bebê de Meghan e Harry.

Siga o mdemulher no Instagram

George Clooney é amigo íntimo do casal Meghan Markle e Príncipe Harry. Ao lado da esposa Amal Allamudin, ele foi um dos convidados do casamento real, e, dizem os boatos, já hospedou o duque e a duquesa de Sussex em férias na Itália. Com a amiga Meghan figurando em manchetes por todo o mundo quase que diariamente, é natural que ele também seja questionado sobre o casal real.

Em entrevista a um grupo de jornalistas, enquanto promovia sua nova série “Catch-22”, Clooney afirmou que estão “perseguindo e difamando” Meghan Markle. O ator, que também foi personagem constante nos tablóides, especialmente quando era solteiro, inclusive a comparou com a Princesa Diana: “Ela é uma mulher que está grávida de sete meses e tem sido perseguida, difamada e caçada da mesma forma que Diana. É a história se repetindo. Nós vimos como isso termina”.

Meghan tem sido vítima de boatos que afirmam que ela seria “difícil” e teria uma relação ruim com a cunhada Kate Middleton. Além disso, há quem afirme que a imprensa a trata com preconceito, por ela ser negra e norte-americana.

Além de chamar a atenção para a relação da imprensa com Meghan, ele aproveitou para negar os boatos que diziam que ele e Amal seriam padrinhos do bebê de Meghan e Harry: “Ah claro, serei padrinho da realeza, aparentemente. Não! Eu sou pai de gêmeos, tenho merda suficiente para lidar – literalmente!”