Giulia Costa desabafa sobre crises de compulsão alimentar

A filha de Flávia Alessandra, de 19 anos, revelou que está melhorando do transtorno alimentar, mas que ainda sofre com as recaídas.

Depois dos desabafos consecutivos de Cleo Pires sobre ter engordado 20 quilos por sofrer de compulsão alimentar, a filha de Flávia Alessandra, Giulia Costa, trouxe o assunto de volta para as redes sociais. A jovem de 19 anos revelou como é difícil controlar a vontade incessante de comer com a ansiedade tão forte.

O desabafo aconteceu no Instagram pessoal dela, lugar no qual há sempre postagens dela fazendo exercício físico ou até mesmo dizendo como sente dificuldade para fazer dieta em casa porque há sempre algo gostoso para comer em cima da mesa.

“Vocês já devem ter percebido que eu como muita besteira. Principalmente aos finais de semana. Mas nos dias de semana tento fechar a boca ao máximo. Lógico que uma vez ou outra eu acabo fugindo. Eu amo muito comer, gente, de verdade. Então, é um sacrifício para mim, mas nos dias de semana eu tento fechar a boca”, explicou a filha de Flávia. 

Logo em seguida, ela falou sobre o que tem feito para diminuir a vontade de descontar a ansiedade na comida, mas também comentou sobre um episódio que mostra que nem sempre dá certo.

“Eu já fui mais compulsiva, hoje em dia eu aprendi a me controlar, comecei a meditar, a fazer ioga, isso pode parecer besteira, mas me ajudou muito. Era muito mais compulsiva, ansiosa, era muito pior. Ainda hoje eu esqueço e não penso muito. Esse final de semana eu bati sete pratos de arroz e feijão”, contou Giulia. 

A compulsão alimentar é um transtorno psicológico e não apenas as pequenas beliscadas na comida durante o dia ou quando a barriga estufa depois de passar dos limites uma vez. Ele é um distúrbio caracterizado pela grande quantidade de ingestão de comida em um curto espaço de tempo, com a sensação de que não se tem controle do que está sendo feito.

Ainda vale ressaltar que os episódios devem ser acontecer pelo menos uma vez por semana, durante três meses, para eles serem reconhecidos como sinais da compulsão alimentar. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆