Halley e Donatela viram inimigos

A foragida declara guerra ao filho por causa de Augusto

Parece que não vai ser dessa vez
que Halley se acertará com a mãe
Foto: João Miguel Jr.

Halley (Cauã Reymond) usa o velho jeito malandrão de ser para impressionar Gonçalo (Mauro Mendonça). O bonitão jura ao chefe que vai conseguir que Augusto César (José Mayer) venda o sítio para as Empresas Fontini. Logo na primeira tentativa, Halley conhece sua mãe, ou melhor, Donatela (Claudia Raia), ou melhor, Diva… E joga o maior charme para cima dela. Diz que é o novo vizinho, que está interessado naquelas terras, que Gonçalo também tentou comprar as dele… Mas, como de boba Donatela não tem nada, ela vai logo despachando o rapaz, dizendo que o sítio é inegociável.

Ao sair de lá, ele acha que já viu aquela mulher em algum lugar, mas não pensa muito no caso. E volta a procurá-la, com a proposta milionária de 1 milhão de dólares!!! É recebido por Augusto César e sua garrucha. Louco para mostrar serviço, Halley planeja se passar por um “guru da vida orgânica”, que mora na casinha do segurança da Fontini, “entre insetos, comendo palmitos, raízes e tendo visões”. Tudo para influenciar o psicodélico-lunático cantor a deixar sua propriedade. Só que, antes de colocar o plano em prática, Halley usa outro ardil: destruir a ponte que dá acesso ao sítio de Augusto.

Quando Donatela vem de carro trazendo as compras e não consegue passar, vai pra cima do rapaz com tudo. Ele está placidamente deitado numa rede, fazendo a linha guru meditativo, quando ela começa a gritar, chamando-o de moleque e dizendo que está na cara que ele trabalha para Gonçalo Fontini. Não satisfeita, ela sacode a rede, derruba Halley no chão e solta o verbo: “Um rapaz tão novo e tão ordinário, tão vendido, tão capacho! Vocês podem jogar pesado, podem jogar sujo, podem fazer o diabo, mas este sítio vocês não levam. Porque essa guerra, agora, é minha! E dela eu não saio nem por uma boiada!”. E parte, espumando. Ódio total entre mãe e filho. E isso foi só o primeiro round.