Harry desabafa sobre lembrança de Diana: “é uma ferida ainda aberta”

Em entrevista para o documentário Harry & Meghan: An African Journey, o Duque de Sussex falou sobre o trauma da morte da mãe e seu legado.

Entre o fim de setembro e início de outubro, o Duque e Duquesa de Sussex fizeram seu primeiro tour real após o nascimento de Archie.

Junto com o filho, Harry e Meghan visitaram países sul africanos, como Angola, África do Sul e Botsuana. A passagem pelo continente foi marcada por encontros da Commonwealth, em que eles representaram a rainha Elizabeth, e por ações que deram continuidade ao legado humanitário da Princesa Diana.  

Para marcar o encerramento da viagem, foi anunciado o lançamento do documentário ‘Harry & Meghan: An African Journey’, que irá mostrar os bastidores do casal em seus dias na África.

Como parte da divulgação, o público pode ver um trecho de entrevista em que Harry abriu o coração sobre seus sentimentos em seguir os passos da mãe.

“Estar aqui 22 anos depois, tentando terminar o que ela começão é incrivelmente emocionante. Mas tudo que faço me lembrar dela, com esse papel, o trabalho e com as pressões que vem com ele, eu também sou lembrado da parte ruim”.

O príncipe também desabafou sobre como trauma da morte de Diana ainda o afeta. “Essa é provavelmente uma ferida que ainda está aberta. Toda vez que eu vejo uma câmera, toda vez que eu ouço um ‘clique’, toda vez que eu vejo um flash, isso me leva de volta”, confessou. 

O documentária será lançado no próximo domingo (20) no Reino Unido.

 

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆