Harry e Meghan vão para a África! Tudo o que sabemos sobre o tour real

A viagem, que vai contar com o pequeno Archie, vai passar por diversos países do sul da África e terá uma homenagem importante à princesa Diana.

Está chegando a data do primeiro tour real de Meghan Markle e príncipe Harry depois do nascimento do pequeno Archie. De volta da licença-maternidade, Meghan está pronta para voltar ao trabalho e embarcar para uma viagem pelo sul da África – e não só pela África do Sul, como havia sido divulgado anteriormente. Em uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (6), foram divulgados mais detalhes sobre o roteiro e as visitas que o casal fará.

O embarque acontece no dia 23 de setembro, uma segunda-feira, rumo à Cidade do Cabo, segunda cidade mais importante da África do Sul. Lá, a primeira parada será numa township, como são chamados os vilarejos na periferia da cidade, onde, na época do apartheid, os negros eram segregados.

Embora haja muita expectativa relacionada a presença de Archie na visita, o casal vai levar uma babá – paga por eles – para ficar com o pequeno enquanto os pais trabalham. A ideia é que Archie os acompanhe quando possível mas, como ele é um bebê de 4 meses de idade, é inviável garantir a presença dele nos compromissos. Bebês são imprevisíveis, afinal.

O príncipe Harry visita o continente desde que tem 13 anos de idade. Recentemente um post no Instagram apontou que ele está ansioso para levar a mulher e o filho para a África do Sul pela primeira vez. O casal esteve em Botsuana em 2017, mas Meghan não conhece ainda a África do Sul.

Harry na África do Sul Príncipe Harry, a esquerda na foto, junto com o pai, príncipe Charles, assiste a uma apresentação em um vilarejo Zulu, na África do Sul, em novembro de 1997.

Príncipe Harry, a esquerda na foto, junto com o pai, príncipe Charles, assiste a uma apresentação em um vilarejo Zulu, na África do Sul, em novembro de 1997. (Mark Cuthbert/UK Press/Getty Images)

Enquanto Harry vai representar a rainha Elizabeth nos encontros da Commonwealth, Meghan pretende fazer contato com mulheres inspiradoras nas cidades que visitar, e trabalhar com organizações que promovem a educação, saúde, empreendedorismo e liderança de mulheres africanas.

Em um segundo momento da viagem, o casal irá para Angola. Quando viva, a princesa Diana, mãe de Harry, era uma ativista pelo fim das minas terrestres, armas que foram muito usadas durante a Guerra Civil Angolana, que começou em 1975 e durou até 2002. Mais de 60 mil angolanos tiveram um ou mais membros amputados por causa de minas.

Princesa Diana em Angola Minas Terrestres

 (Photo by Tim Graham Photo Library/Getty Images)

Harry irá visitar os mesmos lugares que Diana visitou em 1997. A visibilidade que ela deu para o problema das minas em Angola resultou na assinatura de um tratado banindo esse tipo de arma em 157 países. A governadora da cidade de Huambo, que recebeu Diana em 1997, estará lá novamente para receber o príncipe Harry e mostrar as mudanças que aconteceram por lá desde então.

Princesa Diana em Angola Minas Terrestres

Podemos então aguardar por fotos e momentos emocionantes de Harry nos mesmos lugares que sua mãe visitou, meses antes de morrer.

A visita de Meghan Markle, Archie e príncipe Harry ao sul da África vai passar ainda pelo Malaui e vai promover uma parceria da Namíbia, Botsuana e Angola para preservar a selva e os animais do delta do rio Okavango. Vamos acompanhar tudo por aqui.

☆ Descubra o significado de VÊNUS no seu Mapa Astral ☆