Homofobia de motorista faz atriz Samantha Schmütz sair de táxi às pressas

A atriz postou um vídeo em que comprova os relatos homofóbicos e violentos do taxista.

A comediante Samantha Schmütz ficou totalmente perplexa com o que ouviu dentro de um táxi poucos dias atrás. Com a maior naturalidade, o motorista relatou a ela que espancou um casal de gays, pois eles estavam se beijando em público.

Samantha gravou o momento em que o homem fala isso e postou no Instagram. Ela também conta que saiu do carro antes de a corrida acabar, pois ficou transtornada.

“Tinha um monte de casal hétero, normal, ninguém se beijando, por que os dois ficaram se agarrando ali?”, diz o taxista no vídeo, afirmando que deu “uma coça nos dois”. 

A atriz contou, ainda, que o homem se espantou ao ver que ela queria descer do carro. “Ele perguntou: ‘você está descendo por causa da história?’. Falei: “sim, estou descendo por causa dessa sua história, eu não tenho como ficar aqui’. Gente, estou muito apavorada com a falta de noção das pessoas com o espaço do outro”. 

Frente ao ocorrido, Samantha também aproveitou para falar a respeito do porte de armas. “E se esse cara que bateu no casal gay tivesse armado como querem liberar agora? ‘No momento de cegueira eu bati no cara’. E se ele dá um tiro e mata? E se ele não sabe atirar direito e você estava do lado, não tinha nada a ver com isso, não estava beijando ninguém toma um tiro?”, completou.

☆ Tudo sobre o misterioso signo de Escorpião ☆