Império: o triste fim de Cora

Após cena de amor com José Alfredo, Cora morre, extasiada no hospital

Dona Cobra dará adeus à trama de Aguinaldo Silva nos próximos capítulos. Como TITITI já antecipou, a megera vai levar um tiro em plena Sapucaí. Tudo acontece quando Cora (Marjorie Estiano) vê Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) sacar a arma para atirar em Zé Alfredo (Alexandre Nero) . Para proteger o amado, ela se joga na frente dele. Ferida, a beata é levada, imediatamente para o hospital e passa por um cirurgia delicada para tirar a bala que perfurou seu pulmão. 

A cirurgia corre bem e Cora segue para a UTI. Em seu quarto, a vilã recebe a visita de seu amado, Zé. Sim, o Comendador vai até o quarto da serpente para lhe dar a tão desejada noite de amor!

Assim, o homem de preto desliga os aparelhos e afirma que está pronto para saciar os desejos da bruaca. Atordoada, Cora se entrega a Zé e se deleita de prazer.  “Você foi meu, Zé, e foi melhor do que eu pensava. Você me fez mulher!”

Em clima romântico, o empresário faz uma declaração de amor para Dona Cobra, que não se contém de felicidade. Algum tempo depois, a enfermeira entra no quarto a  moribunda conta que recebeu a visita do Comendador. “Meu cunhado esteve aqui. Deitou comigo e me amou! Cumpriu com o destino dele. Me fez mulher”, diz a maluca.

Desconfiada de que Cora está delirando a enfermeira garante que não entrou ninguém no quarto, pois ela estava de olho, do lado de fora. Cora fica irada com tamanha heresia e seus batimentos cardíacos aceleram. A enfermeira chama o médico, que reanima a pobre.

Na sequência, Zé Alfredo pede a Josué (Roberto Birindelli) que o leve para visitar sua heroina. Cristina (Leandra Leal) aguarda por notícias da tia na recepção hospital e vê a chegada do pai.

Infelizmente, Zé Alfredo não tem a oportunidade de agradecer a Cobra por seu feito, pois antes de chegar ao hospital, Cobra vê seu espírito saindo do corpo. No cantinho de sua boca escorre um filete verde e um som de guizo de cobra toma conta do quarto. Assim, a saga da cobra imaculada chega ao fim. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s