Insensato Coração: Léo arma para matar o próprio pai, Raul

Após seqüestrar Marina, o bandido planeja em detalhes o assassinato daquele a quem tanto odeia

O ódio que Léo sente por Raul quase acabará em tragédia
Foto: Divulgação/Rede Globo

Nos próximos capítulos de Insensato Coração Léo (Gabriel Braga Nunes) descobrirá que Norma (Gloria Pires) levou seu pai, Raul (Antonio Fagundes), para a cama a fim de se vingar dele. E mais: que o publicitário revelou todos os podres do filho à exdetenta, deixando o psicopata ainda mais cego de ódio.

Mas o bandido verá sua fúria aumentar quando Norma lhe contar que Raul quer vê-lo atrás das grades por tudo de ruim que fez a Pedro (Eriberto Leão).

Espumando de ódio, Léo, a essa altura do campeonato não mais na condição de refém de Norma, assegura a ela que se tornou um criminoso graças à predileção do pai pelo irmão mais novo e ao rigor com que sempre o tratou.

Os dias passam e, para levantar uma grana alta para fugir do país, Léo sequestra Marina (Paola Oliveira). Desesperados Raul e Pedro investigam o caso e chegam ao cativeiro da jovem. Nesse cenário dramático acontece o confronto final entre o pai e o herdeiro mau-caráter. Violento, Léo repete, desta vez para Raul, que se tornou um ladrão e assassino por culpa dele. Abalado, o bom homem ainda propõe ao primogênito que se entregue, prometendo ajudá-lo a reconstruir sua vida.

Insensato Coração: Léo arma para matar o próprio pai, Raul

Pedro vai entrar em confronto com o próprio irmão para salvar seu pai
Foto: Divulgação/Rede Globo

Revoltado, Léo não aceita a ajuda paterna e, bem mais grave, tenta matar o próprio pai como planejara dias atrás. Para desespero de Marina, Pedro luta contra o irmão e consegue salvar a vida de Raul. Cheio de ódio, Léo também se desvencilha do irmão caçula e foge, deixando Marina para trás.

Ao se recuperar, Raul não poupará esforços para encontrar o filho foragido e fazer com que ele pague na Justiça por todos os absurdos que cometeu. Léo, no entanto, pagará com a própria vida, já que será misteriosamente assassinado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s