Irene Ravache: “Cada fase da vida tem a sua beleza”

Aos 65 anos, Irene Ravache pensou em fazer plástica para viver a Clô, de "Passione", mas desistiu: "Ela é atraente assim"

“Envelhecer é uma corrida que vai vir de qualquer maneira e a gente perde. Tem que deixar fluir e evitar comparações”, diz Irene Ravache
Foto: Marcio Nunes / Divulgação Rede Globo

Aos 20 anos, corpinho sarado. Aos 30, pele macia. Aos 40, 50, o auge da maturidade. E aos 60? Com a palavra, a bela Irene Ravache: “Cada fase da vida tem a sua beleza. Estou com 65 anos e me sinto muito bem”.

Discreta e meio tímida, Irene vive em Passione a fogosa Clô. Até pensou em fazer plástica para o papel, mas desistiu. “Se ficamos obcecadas é terrível”, afirma. Foi com essa franqueza que a atriz conversou com a revista AnaMaria.

AnaMaria – Envelhecer te assusta?
Irene Ravache
– É uma corrida que vai vir de qualquer maneira e a gente perde, não tem jeito. Tem que deixar fluir e evitar comparações, tanto com o que você já foi um dia quanto com pessoas mais novas. Cada fase da vida tem a sua beleza.

AnaMaria – Você já fez plástica?
Irene Ravache
– Já. Em 1994, no pescoço, no rosto e nas orelhas, que eu achava grandes. Ia fazer a novela “Éramos Seis”, onde tinha que ficar vestida de noiva. E em 1994, estava fazendo 50 anos. Então, quis me cuidar. Desta vez, com a Clô, também pensei em fazer. Mas não fiz. A Clô é fogosa e atraente do jeito que ela é mesmo.

AnaMaria – É vaidosa, se cuida?
Irene Ravache – Não sou. Eu limpo bem o rosto na hora de dormir, e só. Ah, uso filtro solar também. Não sou de fazer exercícios físicos, mas cuido da alimentação.

Irene Ravache: "Cada fase da vida tem a sua beleza"

O filtro solar é o maior parceiro de beleza da atriz
Foto: Divulgação Rede Globo

AnaMaria – Como?
Irene Ravache
– Meu colesterol está no limite. Então, evito sal e frituras. Como mais saladas e grelhados.

AnaMaria – Você se preocupa com o peso?
Irene Ravache
– Tenho 1,65 m e 65 Kg. Acho que já diminuí 2 cm (risos). É a idade, né? Pois é aquilo que falei: não dá pra fazer comparações.

AnaMaria – A Clô abusa da sensualidade, né?
Irene Ravache – É… ela é toda gostosona! (risos). É uma mulher bem resolvida. Estou me divertindo com ela.

AnaMaria – É seu primeiro papel sensual assim?
Irene Ravache
– A Katina, de “Belíssima”, era sensual também. Basta lembrar que sua filha era a Cláudia Raia. Aliás, isso na época me ajudou. Pensei: você vai ser a mãe da Cláudia Raia! Não tem como não ser sensual. E aí, aflorou bem (risos).