Isis Valverde: “Tesão pra mim é algo que não dá para tomar um banho gelado e resolver”

A atriz abre o jogo sobre sexo, casamento, beleza, fala do sofrimento que passou ao sair de casa e muito mais...

Isis Valverde está adorando interpretar Marcela em Ti-ti-ti: “Ela faz o que as mocinhas não fazem”
Foto: Renato Rocha Miranda / Rede Globo

Aos 23 anos, tendo vivido os últimos cinco deles no Rio de Janeiro, Isis Valverde faz questão de ressaltar: “Ainda sou uma autêntica mineirinha de Airuoca.” Essa autenticidade tem tudo a ver com a Marcela, personagem que interpreta em Ti-ti-ti, sua quinta novela. “Como ela, eu também queria ser modelo e segui esta carreira dos meus 16 aos 18 anos”, lembra. Mas isso foi antes de ela se mudar para a capital fluminense, onde começou a estudar teatro. 

“Deixei minha cidade porque queria ver o que tinha além daquelas montanhas cheias de vaquinhas. Precisava estudar e conhecer gente nova, ampliar minha cultura, minha vida.” 

Pois ela conseguiu. E em 2006, estreou na TV Globo, vivendo a Ana do Véu, no remake de Sinhá Moça. Depois, foi a prostituta Telminha, em Paraíso Tropical (2007), e estourou com a Rakelli de Beleza Pura (2008). E arrasou ainda no papel da Camila, em Caminho das Índias (2009). 

Isis teve um romance com o ator Marcelo Faria, que se casou recentemente, e se diz completamente apaixonada pelo atual namorado, Luis Felipe Reif, com quem está há sete meses. “Eu me sinto muito feliz!”, confidenciou. E foi neste clima alto-astral que a musa nos deu esta entrevista exclusiva recheada de revelações. Acompanhe!

Você saiu de casa bem cedo para se tornar artista. Foi complicado?
Foi bem difícil e eu, como a Marcela, chorei muito, pensei em desistir e jogar tudo pro alto. Mas continuei firme e me adaptei.

Sentiu muita falta da família?
Senti. Eu era filha única, mimada. Mas não dessas mimadas mal-educadas, sou uma mimada educada (risos). Já a Marcela não tem pai nem mãe. Foi criada pela avó, que também acabou falecendo. E só tinha dois amigos, e um deles ainda morreu num acidente! Imagine que complicado!

Alguém que você conheceu a inspirou para compor a personagem?
Eu me lembro muito de uma amiga que tenho em Belo Horizonte (MG), chamada Mariana. Como a Marcela, ela também não teve mãe e o pai dela sumiu. Quando conversamos sobre isso tudo, os olhos dela se encheram de lágrimas e eu senti que realmente havia uma falta ali, uma dor profunda.

É, são situações extremamente delicadas, né?
Sim, e eu as admiro porque são pessoas que, mesmo depois do que passaram, conseguem tirar felicidade da vida. Essa minha amiga, por exemplo, é a mais empolgada do grupo, por incrível que pareça.

Depois da Marcela, pode ser que peçam para você raspar a cabeça e fazer uma punk. Vale tudo pelo trabalho?
(Risos) Olha, mudar totalmente o figurino é uma coisa que me atrai. De certa maneira, a mudança lhe ajuda a compor o seu papel e a estar mais próxima da realidade dele. Farei o que me pedirem. Se um dia eu tiver de ser uma perua, por exemplo, vou me montar toda como uma, sem problemas. No fundo, vai ser divertido. Claudia Raia que o diga (risos).

Especialmente com a Rakelli você conquistou o público infantil. Mas a Marcela é uma personagem que talvez as crianças não entendam bem…
A Marcela, realmente, é mais complexa e, para criança entender, é mais difícil. Tem cenas que envolvem tesão, de uma maneira que eu nunca tive em nenhuma outra novela.

Ela faz o que mocinhas não fazem…
Ela não é nem um pouco “água com açúcar”. É real, tem tesão, apronta e, realmente, há cenas em que ela faz o que as mocinhas não fazem. Ou o que, realmente, as mocinhas fazem, né? Depende da interpretação (risos).

Você fala com bastante naturalidade. O que é tesão para você?
Falei bastante neste estado de tesão porque realmente está muito presente na minha personagem. Não vou medir palavras (risos). Bom, vamos lá… Tesão pra mim é algo que não dá pra tomar um banho gelado e resolver.

E como está isso na vida real hoje (risos)?
Estou muito feliz, apaixonada!

Sairá um casório em breve?
Não penso em me casar agora, mas mais pra frente, sim. Estive até vendo uns vestidos aqui no figurino. Toda mulher tem uma vontade de se casar, né?

Pretende ser mãe?
Quero ter uma criança para me dedicar a ela. Mas não já, pois estou no momento de me realizar com a minha carreira. Quem está grávida é a Marcela e quando o bebê dela nascer, aí sim, a trama vai ficar quentíssima. Acompanhem e verão!

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆