Jackelyne da Silva, ginasta da Seleção Brasileira, morre aos 17 anos

A atleta já estava na categoria adulta da Seleção e almejava uma vaga na equipe principal.

Jackelyne da Silva, ginasta que defendia a Seleção Brasileira, morreu aos 17 anos de idade. A notícia foi dada pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) nesta quinta-feira (17).

“Ficam, agora, as boas recordações da ginasta fazendo o que mais amava”, escreveu a CBG nas redes sociais, junto a um vídeo em que Jackeline aparece se apresentando. A atleta já competia na categoria adulta e estava em busca de uma vaga no time principal da Seleção.

A causa da morte ainda não foi divulgada, mas sabe-se que a atleta estava internada no hospital e faleceu na última quarta-feira (16).

Ela dedicava-se à modalidade de ginástica artística e também competia pelo Esporte Clube Pinheiros. “Jack, como era conhecida, fazia parte da equipe pinheirense desde 2010. Seu jeito brincalhão e sua alegria contagiavam todos que convivam com a atleta, dentro e fora dos treinamentos”, diz o post do clube em homenagem à ginasta.

View this post on Instagram

Com imensa tristeza, o Esporte Clube Pinheiros recebeu a notícia do falecimento da ginasta Jackelyne Soares Gomes da Silva, ontem, 16 de janeiro. Jack, como era conhecida, fazia parte da equipe pinheirense desde 2010. Seu jeito brincalhão e sua alegria contagiavam todos que convivam com a atleta, dentro e fora dos treinamentos. Em quase 9 anos de convivência, ela fez parte de bons momentos da nossa equipe de Ginástica e o Clube acompanhou seu crescimento, como atleta e como pessoa.Solidário à dor de familiares e amigos, o Pinheiros está acompanhando e prestando todo o suporte possível nesse momento de despedida. Horário de velório/sepultamento a confirmar. Endereço: Av. João XXIII, 2537 – Vila Formosa, São Paulo (SP)

A post shared by Esporte Clube Pinheiros (@ecpinheiros) on

Federação Paulista de Ginástica (FPG) também prestou homenagem a Jackelyne. “O céu ganhou uma estrela brilhante”, diz o post feito nas redes sociais.