Jaime Camil: ‘Espero que o México faça uma boa Copa, mas quero, de verdade, que o Brasil ganhe’

Jaime Camil esbanja simpatia ao falar da carreira, da família, das mulheres brasileiras e de futebol!

O galã se ajeita para gravação do programa The Noite de Danilo Gentilli
Foto: SBT/Divulgação

Na tarde da terça 10, em São Paulo, cerca de 300 mulheres – e dois rapazes – se aglomeraram na porta do SBT para ter um momento com seu ídolo. Tratava-se de Jaime Camil, conhecido por trabalhos nas novelas A Feia Mais Bela e Por Ela Sou Eva, ambas exibidas pelo canal de Silvio Santos.
 
Bem-humorado, ele atendeu todos os fãs antes da gravação do programa The Noite – que foi ao ar na quinta 12. No camarim, recebeu a MINHA NOVELA e falou sobre a felicidade de estar no Brasil.
Jaime Camil: 'Espero que o México faça uma boa Copa, mas quero, de verdade, que o Brasil ganhe'

Com o apresentador Danili Gentili, nos bastidores do The Noite
Foto: SBT/Divulgação

Muitos atores se assustam com o assédio das fãs. Você, não?
Não. As brasileiras são apaixonadas, mas a proximidade que dou a elas faz com que nosso encontro seja como o de amigos. O que é diferente de quando elas quase arrancam os cabelos do artista!
 
Aqui, são mais tranquilas, então?
Elas me deram muitos presentes, e também para minha filha (Elena, de 2 anos) e minha mulher (Heidi Balvanera)! Não são daquelas que ameaçam matar sua mulher.
 
Gostaria de fazer novela no Brasil?
Gostaria! Mas ninguém me convidou ainda! (risos) Estou tão famoso que as pessoas me convidam para… nada! (risos)
 
Assiste às novelas do Brasil?
Não assisto porque, graças a Deus, estou sempre trabalhando muito, e a barreira do idioma também não ajuda. O Brasil é muito à parte da América Latina. Então, as novelas são dubladas, e eu não gosto muito da dublagem.
 
O que acha do estilo dramalhão, típico do México?
Não faço dramalhão. É muito exagerado, acho até um pouco ridículo. As tragédias mexicanas, como são conhecidas, têm só dois episódios de felicidade, o resto é sofrimento.
 
Prefere comédia, então?
Quando comecei, não sabia muito o que fazer e acabei indo para o lado dramático, mas não gostei. Também fiz apenas cinco trabalhos na TV. Tenho 23 filmes e faço muito teatro.
 
Das novelas de que participou, qual a sua preferida?
Por Ela Sou Eva (2012). Foi incrível! Acho que é a coisa mais linda que um ator pode fazer: interpretar uma mulher. Sem querer me comparar, mas grandes atores, como Dustin Hoffman e Robin Williams, fizeram. E, modéstia à parte, achei que Eva ficou muito real.
Jaime Camil: 'Espero que o México faça uma boa Copa, mas quero, de verdade, que o Brasil ganhe'

Interpretando uma personagem feminina em Por Ela Sou Eva, seu trabalho preferido
Foto: SBT/Divulgação 

Qual será seu próximo projeto?
Tenho um projeto de sitcom que estreia em outubro, nos Estados Unidos, chamado Jean, the Virgin.
 
Moraria no Brasil?
Como moro agora em Los Angeles, não. Mas, se tivesse um projeto, com certeza. O Brasil é meu segundo país, sou filho de brasileira.
 
E o que você acha das mulheres brasileiras?
São o máximo! Comparadas com a minha mulher, não (risos)! Mas, se não fosse casado, diria que a brasileira é a mulher mais bonita do mundo, sem dúvida.
 
Pretende ver os jogos da Copa?
Só a abertura, mas porque quero ver a Cláudia (Leitte) cantar! Vai me dar muita felicidade, nossas famílias são muito amigas!
 
Você torce para a seleção do México ou para a do Brasil?
Espero que o México faça uma boa Copa, mas quero, de verdade, que o Brasil ganhe o campeonato.

Jaime Camil: 'Espero que o México faça uma boa Copa, mas quero, de verdade, que o Brasil ganhe'

Na primeira foto, ao lado de uma fã em coletiva de imprensa. Na segunda foto, vestido com a camiseta da seleção brasileira
Foto: SBT/Divulgação e Reprodução Instagram