Julia Lemmertz comemora 30 anos de carreira e se prepara para viver última Helena

Atriz brilha no horário nobre, em Fina Estampa, sabendo que já tem um novo desafio na carreira: ela foi eleita pelo autor Manoel Carlos para dar vida à sua última Helena nas novelas

Julia Lemmertz comemora 30 anos de carreira
Foto: TV Globo/Divulgação

No ano em que completa três décadas de carreira, Julia foi surpreendida pelo autor Manoel Carlos. Ela foi escolhida para interpretar a próxima Helena de Maneco, em 2013. Aos 48 anos, a veterana foi pega de surpresa e comentou a honra de fechar uma história iniciada por sua mãe: “Não sei como lidar com essa novidade. Minha mãe e Maneco tinham uma relação de amizade muito bonita. Que honra para mim isso tudo agora”.

A questão principal de Esther é que ela tinha o sonho de ser mãe. E para isso recorreu à inseminação. Você já sabia algo sobre o assunto?
Eu nunca havia pensado sobre isso até agora. Eu conheço gente que fez fertilização in vitro, mas acho isso muito louco. Pensar a que ponto nós chegamos. O quanto que a medicina evoluiu. Antigamente, se você não pudesse ter filho, você adotava. Hoje em dia, se você não tem possibilidade nenhuma de ter filhos, você consegue. É o caso de Esther. Ela quis ter a barriga de grávida, amamentar, vivenciar toda essa experiência da gravidez. Ela vai criar laços com aquele bebê, vai trocar com ele, amamentá-lo… Quem pode dizer que aquele filho não é dela de verdade?

Você e o Alexandre (Borges, marido da atriz) não querem ter outro filho?
Não (risos). Estou muito feliz com os que eu tenho. Já está de bom tamanho (risos).

Mas você adotaria uma criança?
Eu adotaria. Mas é algo que eu não sei ainda… De qualquer forma, para você ser mãe, tem que ter um gás para encaminhar aquela criança, educá-la… Não é como ter um cachorro. E mesmo o cão é uma responsabilidade também porque ele se torna um membro da família. Você tem que ser responsável por aquilo que traz para a sua vida.

Você praticamente emendou Araguaia com Fina Estampa. O que tornou esse convite irrecusável?
Um dos fatores é que eu nunca tinha trabalhado com o Wolf Maya (diretor-geral de Fina Estampa). Outro é que era uma novela do Aguinaldo Silva e eu gosto muito dele. Depois é que a personagem era muito interessante. Eu confesso que é cansativo, sim, mas fiquei com muita vontade de fazer. É difícil dizer não para uma novela das 9 também. Não fui obrigada a aceitar o papel. Fiquei muito a fim de participar dessa produção.

Como foi sua composição para interpretar Esther?
Eu fui muito pela história que o Aguinaldo me apresentou. E também segui a orientação do Wolf. Eu pesquisei muito sobre a inseminação artificial, sobre a reprodução humana. Também conversei com a estilista Lenny Niemeyer para cuidar desse lado profissional dela, já que Esther tem uma empresa de moda praia. Eu quis entender melhor esse processo criativo e de produção dela. Mas isso é mais uma referência para minha composição. Eu quis colocar na Esther um pouco do espírito criativo da Lenny. Embarquei na história.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s