Kadu Moliterno relembra a primeira versão de Paraíso

Kadu interpretou Eleutério na primeira versão de "Paraíso", em 1982, e agora vive Bertoni no remake da trama. Neste bate-papo, ele "passa a vida a limpo"

Kadu Moliterno
Foto: Juliana Coutinho

Aos 54 anos, Kadu Moliterno pode dizer que é um homem realizado: já plantou árvore, fez três filhos (Kenui, 16, Lanai, 14, e Kauai, 10) e escreveu um livro, Reviva com Kadu Moliterno – O que se Leva Dessa Vida É a Vida que se Leva (Nova Razão Cultural). Para completar, são 40 anos de uma carreira bem-sucedida. “Tive personagens marcantes”, resume com alegria sua trajetória. Apesar da galeria, Kadu não pensa duas vezes antes de escolher Zé Euletério, de Paraíso (1982), como o preferido. Papel, inclusive, que acha que poderia interpretar de novo, embora aprove a atuação de Eriberto Leão, o astro da vez. Não é à toa que esteja emocionado em encarnar Bertoni no remake da trama de Benedito Ruy Barbosa.