Kaya Scodelario: “Não tínhamos muito dinheiro. O importante era ter comida, felicidade, família”

A atriz de "Maze Runner - Correr ou Morrer" falou sobre a infância e as raízes brasileiras

Kaya Scodelario
Foto: Danny Martindale/Sony Pictures Entertainment

Kaya Scodelario preferiu usar o português para conversar com CONTIGO!. Tem um pouco de sotaque, erra um plural aqui e ali, mas se comunica bem. A atriz, nascida na Inglaterra há 23 anos, é filha de Katia, paulista de Itu. As conversas são para falar de Maze Runner – Correr ou Morrer, dirigido por Wes Ball e baseado no best-seller de James Dashner, que estreia quinta-feira (18) no Brasil.

Ficar cercada de rapazes num filme de ação não foi problema nenhum para Kaya, que se considera meio moleque e conta entre seus amigos uma maioria de homens. O filme retrata a adolescência, período em que cada um precisa descobrir quem é. Kaya sabe muito bem o que é isso. Sem nenhuma experiência, começou a carreira aos 14 anos, na polêmica série inglesa Skins, uma espécie de Malhação, só que mais ousada, com drogas e sexo. Skins foi um celeiro para jovens atores britânicos: Nicholas Hoult (ex de Jennifer Lawrence e ator de X-Men), Dev Patel (de Quem Quer Ser um Milionário?) e Jack O’Connell (que está no novo filme dirigido por Angelina Jolie, Unbroken, e foi namorado de Kaya na época do seriado). “Quando você começa cedo, precisa crescer e entender o mundo mais rápido. E não pode ter medo de tomar decisões”, diz Kaya.

Kaya Scodelario: "Não tínhamos muito dinheiro. O importante era ter comida, felicidade, família"

Kaya e a mãe, a brasileira Katia, em evento em Londres, em julho deste ano
Foto: David M. Benett/Getty Images

Seu autodeclarado jeitinho de moleca se reflete na maneira de se vestir. Levou um tempo para ela se acostumar aos vestidos compridos e saltos altos exigidos pela profissão. “Quando eu estava crescendo, não tínhamos muito dinheiro. Então esse tipo de coisa não era importante para mim. O importante era ter comida, felicidade, família”, conta. Sua mãe foi a Londres
para estudar inglês e conheceu o pai de Kaya, o inglês Roger Humphrey (o nome da atriz é Kaya Rose Humphrey, mas ela adotou o sobrenome de origem italiana de Katia). Os dois se separaram quando ela era pequena, e a mãe criou a menina sozinha – o pai acabou se mudando para a Ásia. Katia trabalhou como faxineira e como contadora em um hospital. “Ela construiu uma vida para nós num lugar difícil, num tempo difícil. Quero comprar uma casinha de praia em Natal para minha mãe, para dar uma vida de volta para ela. Porque ela deu sua vida para mim”.

Do Brasil, Kaya herdou o gosto pela comida caseira. Quando seus amigos visitam sua casa, é para comer o tradicional prato de arroz com feijão e bife à milanesa. “Não sei cozinhar outra coisa a não ser comida brasileira”, diz a atriz. “Mas o nosso segredo é o arroz, ninguém faz arroz como os brasileiros”, diz ela, empolgada com a visita de uma prima que deve passar um ano em Londres. “Vai me ajudar com o meu português, que está horrível”. Quem sabe, assim, possa realizar outro de seus sonhos: trabalhar por aqui.

Cinema: Veja a estreia da semana

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆