Kéfera é condenada a pagar 25 mil reais a taxista por dano moral

O processo foi motivado por uma briga entre a youtuber e o profissional. Entenda o caso.

A youtuber Kéfera Buchmann foi condenada a pagar uma indenização de 25 mil reais por danos morais ao taxista Wlamir Goçalves da Silva, após publicar um vídeo de um desentendimento entre os dois. A Justiça avaliou que a gravação seria uma forma de “vingança pessoal” da atriz contra o profissional.

Em 2015, ela filmou no Snapchat uma discussão que teve com o ele, em São Paulo. A briga teria começado porque a digital influencer abriu uma marmita no carro do motorista, que pediu para ela não comer porque o cheiro poderia incomodar os próximos passageiros, e, por conta de uma condição médica, ele mesmo poderia passar mal. Ela não atendeu ao pedido e foi expulsa do carro.

Após o ocorrido, Kéfera gravou um vídeo pedindo aos fãs “para tirar o taxista da profissão”. O taxista foi bloqueado do aplicativo que utilizava, Easy Taxi, e entrou com um processo contra ela, por, segundo ele, ter sofrido ameaças por parte dos fãs dela, por meio de ligações e SMS. 

Kéfera pode e vai recorrer à decisão tomada pelo juiz: “Ele [o taxista] foi muito errado, me largou no meio da Marginal [em São Paulo]. Me xingou de vagabunda, me mandou à merda, foi para cima de mim, tirou o cinto, abriu a porta e me fez sair do carro à força. A decisão [que determinou a indenização] está completamente equivocada” disse para o BuzzFeed.

Além de dizer que não seria tratada dessa forma se fosse um homem: “Ele viria para cima de mim? Lógico que não. Fez porque eu era mulher. Estava de shorts, ficou me chamando de vagabunda. Foi extremamente machista e me colocou em perigo.”

Leia Também: Entenda por que a PEC 181 está sendo chamada de “cavalo de Tróia”.

Já Wlamir Gonçalves, em uma série de áudios, conta que recebeu cerca de cinco mil ameaças, incluindo de morte, após as postagens feitas pela youtuber, e disse que “ela só mostrou o que é conveniente”.

Além de Kéfera, o Google foi condenado a retirar os vídeos em que a youtuber aparece falando sobre o taxista.

Entramos em contato com a assessoria da Kéfera e aguardamos resposta.