Leona Cavalli revela à CONTIGO!: “Nunca tive uma fase em que pudesse me dedicar para ter um filho”

A atriz conta como se torna um mulherão diante das câmeras com seu 1,66 metro e gestos suaves

Leona Cavalli está solteira e não pensa em constituir família
Foto: Ernani D’almeida

Voz doce, temperamento calmo e gestos suaves. À primeira vista, Leona Cavalli, 43 anos, não chama atenção por seus atributos físicos. Mas por trás de seu 1,66 metro se esconde um mulherão. Sem pudores com o próprio corpo, como ela mesmo gosta de dizer, Leona sabe que é sensual, gosta dessa qualidade e mostra suas curvas sem problema, sempre que é necessário. “A sensualidade é natural para mim. É uma questão de atitude mesmo. Não fico pensando se estou sexy ou não. O ser humano é sensorial e sou muito sensível, o que talvez resulte nessa minha sensualidade”, conta a atriz, que no ano passado se desnudou para a revista PLAYBOY.

Seu belo corpo é cultivado com pouca malhação e ela credita o resultado à dieta vegetariana e a uma genética invejável. “Percebi que me sentia melhor quando não comia carne e fui parando aos poucos. Dois anos depois, parei de vez. Tem 13 anos que não como nenhuma carne. Tem um monte de outras opções para substituir”, explica. “E não malho, não gosto disso. Mas sempre faço algum exercício físico. Prefiro variar. Faço um pouco de pilates, ioga e tai chi chuan”, afirma.

Sem filhos

Madura e determinada, Leona sabe muito bem o que quer. Solteira, não está à procura de namorado nem preocupada em constituir uma família no momento. Por ora, só quer saber de trabalhar. “Adoro criança, fui criada em uma família maravilhosa, mas nunca tive uma fase em que pudesse me dedicar para ter um filho. Nas poucas vezes que surgiram a possibilidade de ser mãe, nunca achei que fosse o momento certo. Não sei também se esse dia vai chegar. Desde a infância, quando comecei a trabalhar, minha grande paixão foi a profissão”, revela. “E não tenho medo de me frustrar. Se tivesse esse temor, teria filho antes. Estou muito feliz hoje!”, garante.

Leona Cavalli revela à CONTIGO!: "Nunca tive uma fase em que pudesse me dedicar para ter um filho"

Para manter o corpo, a atriz segue dieta vegetariana, faz ioga, pilates e tai chi chuan
Foto: Ernani D’Almeida

E trabalho não tem faltado. Além de interpretar a médica Glauce, em Amor à Vida (Globo), a atriz está dirigindo a peça infantil O Príncipe, no Rio. Também prepara-se para lançar o segundo livro, vai divulgar o longa Anna K. e ainda quer se aventurar como diretora de cinema. “Estou finalizando meu segundo livro. Ele fala do processo de criação da atriz, dos desafios da interpretação e é baseado na minha carreira”, revela Leona, que também é autora de Caminho das Pedras.

Hoje, Leona tem tentado se dedicar cada vez mais às produções do cinema, mas não quer largar as novelas. “É um alcance de público que é único. Se você vai à Floresta Amazônica, como fui há dois anos, e se depara com uma tribo assistindo televisão, vê que eles não deixavam de ser índios por causa disso. É um alcance enorme que eu não teria se fizesse apenas cinema”, detalha ela.

Palhaça social

Em meio a sua agenda atribulada, Leona Cavallli se desdobra para conseguir fazer o trabalho que mais a engrandece. Há sete anos, visita hospitais fantasiada de palhaço. “Vou a leitos de doentes em coma. Eu fico sensibilizada demais e é por isso que vou lá. Sempre que chego em casa, me sinto renovada de força e esperança. Nesse momento você percebe o papel da arte, encarando a televisão não como opção cultural, mas como esperança de vida”, emociona-se a atriz.

LEIA MAIS NA EDIÇÃO 1985 DA REVISTA CONTIGO!, NAS BANCAS A PARTIR DE 02/10/2013.

Leona Cavalli revela à CONTIGO!: "Nunca tive uma fase em que pudesse me dedicar para ter um filho"

“Vou a leitos de doentes em coma… Eu me sinto renovada de esperança. Nesse momento você percebe o papel da arte”
Foto: Ernani D’Almeida

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆