Lilia Cabral: “Quero voltar aos palcos e fazer um filme”

Estrela da novela das 9, Lilia Cabral comemora o sucesso de 2014 e anuncia alguns de seus planos para 2015: se livrar do medo de avião para viajar mais e não perder o sono quando a filha única vai para a balada

Ficar de pernas para o ar, à sombra de uma palmeira sentindo a brisa do mar. Este é o maior desejo de Lilia Cabral, 57 anos, para o recém-chegado 2015. Mas ela sabe que vai ter de esperar um pouco. Até março, estará no ar com a personagem Maria Marta, da novela Império (Globo), de Aguinaldo Silva. “Quero ir para um lugar onde eu não tenha o que fazer, além de ficar olhando o balanço de um coqueiro, indo da esquerda para direita, de lá para cá, com o vento”, reconhece a atriz, pouco antes de participar do Réveillon Contigo!, no Copacabana Palace, Rio de Janeiro. Ali, ao lado da família e de colegas de profissão, Lilia comemorou mais um ano extraordinário. 

Antes de se entregar ao sossego de uns dias à beira da praia, Lilia fará uma parada, que considera obrigatória: Nova York, Estados Unidos. “Vou sempre lá para ver o que está acontecendo. Aliás, outra decisão para 2015 é viajar mais”, define a atriz. Só que, primeiro, ela precisa perder o medo de andar de avião. “Seria bom se eu conseguisse isso (risos). Mas confesso que, às vezes, também me dá uma certa preguiça de sair de casa. Não sou aquele tipo de pessoa que precisa ficar conhecendo novos lugares a toda hora, sabe? Não fico naquela ânsia de ‘tenho de viajar, tenho de viajar’. Acho que existem oportunidades e, quando elas aparecem, eu não as deixo passar. Visitei Carrancas (Minas Gerais), certamente um dos lugares mais bonitos do Brasil, por causa das gravações de Império. Se não tivesse fazendo a novela, jamais teria ido lá. Mas fui e aproveitei. Sempre aproveito tudo o que a vida me oferece”, garante. 

 

A MIL POR HORA 
E, se a vida não oferecer nada, Lilia corre atrás. “Não fico sentadinha esperando os trabalhos surgirem. Como disse, sou muito inquieta, faço acontecer. Acho isso bom, ajuda a rejuvenescer. É como se fosse uma plástica”, compara ela, que já tem três projetos profissionais para o decorrer do ano. Um deles é um programa para a TV. “Já estou com tudo desenvolvido, só preciso apresentar à emissora. Ainda não posso contar detalhes, mas posso dizer que é algo autoral. Mesmo que não escreva, é o que eu penso, é o que gosto e o que acho que vai agradar ao público”, resume a atriz, que, em 2011, protagonizou a série Divã, baseada na obra de Martha Medeiros, 53, depois de ter vivido a história no cinema e no teatro. “Claro que, se no meio do caminho, aparecer algo ainda mais incrível, eu mudo tudo. São apenas planos. Também quero voltar aos palcos e fazer um filme.” 

Até março sua prioridade é a novela. “Quero terminar o que eu comecei da mesma forma: com êxito. Fechar com chave de ouro”, afirma Lilia, que fala sobre a saída de Drica Moraes, 45, a vilã Cora, de cena, no mês passado. “O estado de saúde dela é ótimo, mas ela passou por uma cirurgia seriíssima (há quatro anos, Drica se submeteu a um transplante de medula após ser diagnosticada com leucemia), então, ela não pode trabalhar por muitas horas. Aliás, nenhum de nós pode. Se já bate um cansaço na gente, imagine nela? Drica foi guerreira, linda. Ela sofreu muito ao sair com sua personagem no auge”, diz a atriz, que aposta na volta de Cora na reta final de Império. 

TV Globo/Divulgação TV Globo/Divulgação

TV Globo/Divulgação (/)

 

BRANCO E ROSA 
Para a festa da virada, Lilia seguiu algumas superstições que repete todo ano: usou branco (um vestido da marca Agilitá) e amarrou uma medalha do Espírito Santo a sua lingerie rosa. “Minha mãe (Almedina Cabral, já falecida) dizia que era para eu ter bons amores”, conta ela, que ainda se enfeitou com joias Chanel (anel e pulseira) e Swarovski (brincos), dignas da “imperatriz” que interpreta na TV. “Eu adoro joias! Acho que em outras vidas eu fui mesmo uma espécie de imperatriz ou aquela mulher que ficava olhando a rainha toda linda, cheia de colares… Mas não sou exagerada no meu dia a dia.”

Acompanhada do marido, o economista Iwan Figueiredo, 65, e da filha, Giulia, 17, Lilia demonstra felicidade não só com seu momento profissional, mas com o fato de a filha estar seguindo seus passos na profissão. No fim do ano passado, a menina fez quatro apresentações da peça Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva, 55, no Tablado, Rio de Janeiro, onde estuda interpretação. “Foi muito emocionante. Fiquei impactada, babando. Vou te contar que a bichinha tem talento, viu?”, derrete-se a atriz, que apoia a escolha da filha. “Giulia agora só fala nisso (fazer teatro). Ela vai começar a faculdade de letras, mas não vai largar o Tablado, pretende conciliar os dois. Ela é muito determinada, então, só posso dar força para ela ir em frente”, diz a mãe. “Acho também que minha filha é uma menina de sorte. Todo mundo precisa de sorte. E acredito que tem um anjinho da guarda olhando sempre por ela”, frisa. Mesmo assim, Lilia ainda está na fase de não pegar no sono enquanto a filha adolescente não chega em casa. “Outra resolução para 2015 é aprender a dormir quando Giulia vai para a balada”, admite. 

CGB Imagens CGB Imagens

CGB Imagens (/)

E, como qualquer mulher, Lilia quer manter a boa forma no ano que se inicia. Atualmente está com 64 quilos (ela mede 1,74 metro de altura). Oito a menos do que pesava quando interpretou Griselda de Fina Estampa (2011), outra obra de Aguinaldo Silva. “Naquela época, cheguei a pesar 72 quilos, é muito para mim!”, entrega ela, que resolveu fechar a boca e cortar o glúten das refeições. “Não sou radical, de vez em quando posso comer uma pizza, mas emagreci cortando massas, essas coisas… Antes, quando eu estava com fome, no desespero, tomava um copo de achocolatado, depois comia um sanduichão à tarde, e por aí vai. Agora, com o acompanhamento de duas nutricionistas, fiz uma reeducação alimentar e tudo mudou. Mando entregar minhas ‘quentinhas’ no Projac e quase não saio da linha”, garante Lilia, que está satisfeita com seu manequim atual. “Para minha altura, estou me sentindo muito bem com esse peso. Não quero emagrecer mais, senão fico com o rosto chupado”, reconhece a atriz, divertida, esticando a pele das bochechas para baixo com as mãos. Porém, em 2015, ela ainda quer vencer seu pior inimigo: os doces. “Preciso aprender a comer só um brigadeiro em vez de dez”, entrega às gargalhadas. 

E os exercícios? “Sim, também tenho de ser mais disciplinada com a atividade física. Gravando uma novela é mais complicado. Mas não posso deixar de fazer pilates de jeito nenhum! Até porque tenho um problema no tendão”, conta. “No mais, não fico determinada a querer me corrigir. Cada ano é uma evolução de acertos e de erros para quem acha que não está com a vida ganha e pode se tornar uma pessoa melhor”, ensina. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s