Linha de roupas de Taylor Swift pode ser banida na China

A sigla "T.S. 1989", que representa o nome da cantora e seu ano de nascimento, pode ser considerada pelo governo chinês como referência ao massacre acontecido no mesmo ano na Tiananmen Square.

A coleção de roupas de Taylor Swift começou a ser vendida oficialmente na China, mas o uso da sigla “T.S. 1989” usada em algumas camisetas pode gerar polêmica no país. No mesmo ano do nascimento da cantora, aconteceu o “Protesto na Praça da Paz Celestial”, marcado por um dos massacres mais violentos do país.

Em outras ocasiões, o governo chinês já chegou a proibir qualquer tipo de referência ao acontecimento, gerando uma certa apreensão com as peças da coleção. Até o momento, nenhum tipo de reclamação formal por parte da China foi realizada.