Luciano Scalioni fala sobre o desafio de interpretar o romântico Bruno, de Araguaia

O jovem ator Luciano Scalioni conta como saiu de Belo Horizonte aos 8 anos de idade para virar ator no Rio de Janeiro

Luciano Scalioni deixou a família em Belo Horizonte e se mudou para o Rio com a mãe
Foto: Rafael França

Nem toda criança sabe o que quer ser quando crescer. Mas Luciano Scalioni já tinha noção de qual caminho profissional gostaria de seguir desde muito cedo. Com o apoio dos pais, o jovem saiu de Belo Horizonte, MG, aos 8 anos de idade, para tentar a carreira de ator no Rio. A família se dividiu nessa tarefa: a mãe, Lena Scalioni, veio acompanhando o filho; já o pai, Jairo Rodrigues, permaneceu em Minas Gerais cuidando dos negócios. 

Nesse período, o adolescente conseguiu a primeira oportunidade na TV ao trabalhar no programa
Fator X, na Rede CNT. Em seguida, ele participou do Show do Milzinho, na TV Kajuru, na internet. Em 2010 ele conseguiu o primeiro papel numa trama da Rede Globo e hoje faz o maior sucesso como o Bruno de Araguaia. Conheça mais sobre este jovem ator, que, além de atuar, adora jogar videogames.

Você lutou para conseguir um espaço na TV. Está curtindo o assédio dos seus primeiros fãs?
Não são muitos, ainda. Mas tem um pessoal que me reconhece. Principalmente, os idosos e as crianças. Esses estão sempre me chamando pelo nome do personagem. Se escuto alguém chamar Bruno na rua, eu já olho (risos). Eles sempre me pegam de surpresa (risos). É legal porque é o reconhecimento do meu trabalho.

Como pintou essa oportunidade para participar de Araguaia?
Minha mãe não podia me levar e eu disse pra ela que ia de táxi. Ela topou. Eu saí do colégio e fui sozinho. Depois de três dias, me ligaram dizendo que eu tinha passado. Eu pulei muito.

Pensou em desistir da profissão?
Já estava desistindo. Pretendia voltar a morar em Belo Horizonte. Faltavam duas semanas para a mudança e surgiu a oportunidade de fazer o teste.

Você já conhecia a Bruna Marquezine (que vive a Terezinha) antes de Araguaia estrear, não é mesmo?
Sim. Ela morava no meu condomínio. A gente conversava, jogava queimada e futebol.

E Bruna já sabia desse seu desejo de também fazer novelas?
Não. Eu nunca falei para ela. Quando Bruna me viu pela primeira vez no estúdio, ela levou um susto. Eu também fiquei surpreso quando soube que faria par romântico com ela (risos).

Qual foi a sequência que você mais gostou de fazer em Araguaia?
Quando eu coloquei a Nancy (Mariana Rios) contra a parede, porque ela tinha armado para o Fred (Raphael Viana) se separar da Janaína (Suzana Pires).

E como foi fazer a cena do beijo do Bruno e da Terezinha?
Também gostei muito de fazer. Foi diferente. Posso dizer que foi tranquilo. Não foi assustador.

Se não fosse ator, o que você gostaria de fazer?
Seria apresentador de TV.