Marcos Pasquim: de descamisado a bom moço

Perto de completar 40 anos e no papel mais comportado de sua carreira, o ator global fala sobre trabalho, família e mulheres

 “Estou nascendo agora”, diz o ator sobre
seus quase 40 anos
Foto: Christian Gaul

O famoso tórax definido

Certamente você já viu (e registrou na memória) o peito musculoso de causar suspiros do ator Marcos Pasquim. Afinal, em todas as novelas em que atuou, o moço aparece sem camisa. Nós não temos nada contra. Ele também parece não se incomodar. Pasquim alega que Carlos Lombardi, autor de novelas da TV Globo, gosta de lhe dar personagens nos quais encarna o “amante latino” e que evidenciam seus dotes físicos. E o ator recebe a missão com a seguinte lógica: “Enquanto estiver bom [o tórax], vai ser mostrado. Quando não puder mais, farei outros papéis…”.

No ar com Caras e Bocas

Aos 39 anos, vai fazer 40 no dia 14 de junho, Pasquim tem corpo de dar inveja a muito garoto de 20, esculpido à base de musculação, corridas na praia e alimentação balanceada. Agora, ele está de volta à telinha em Caras e Bocas, nova novela das sete. Pasquim interpreta um pintor que conhece o sucesso por causa de um macaco que pinta suas telas. Ao contrário dos outros papéis de sua carreira, nessa novela, Pasquim não anda com o peitoral de fora, nem pega todas as mulheres da novela. O novo personagem está agradando público e crítica, além de dar a oportunidade do ator mostrar que é muito mais do que um monte de músculos.

Família e Mulheres

Pasquim diz não se preocupar com o fato de estar próximo dos 40. “Estou nascendo agora”, brinca o ator que já teve várias vidas. Foi office boy, vendedor de jaquetas e cantor num grupo chamado Explosão, uma réplica dos Menudos. Atualmente, o galã não está namorando. Só tem olhos para a filha, Alícia, de 4 anos. “Quando estou com ela não quero saber de mais nada”, baba ele. Convicto de que seu melhor papel é o de paizão, pensa em ter outros filhos. “Preciso primeiro encontrar uma mãe…”, diverte-se. Quer se candidatar? Pois saiba que, nos dias de folga, pode encontrá-lo andando de kart, jogando pôquer, dardo ou sinuca com amigos no Rio.

O ator conta que já foi muito mulherengo – como atestaram os paparazzi. Mas garante que está em fase tranqüila. Apesar de levar o cetro de galã, diz que não recebe muitas cantadas. “Acho que as mulheres ficam acanhadas em me paquerar. Se bem que uma fã uma vez mandou uma carta com uma correntinha dentro. E escreveu: ‘Essa corrente é minha. Quero que você a entregue pessoalmente’ “, conta. A moça ficou sem a corrente. Mas ele até que gostou da abordagem. “Achei criativa.” 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s