Está no sangue: estas 8 modelos seguem os passos das mães tops

Kaia Gerber, Gigi e Bella Hadid, Georgia May Jagger e outras modelos são provas de que a genética é poderosa!

Filho de peixe, peixinho é. Filha de top model… topzinha é? Chegar ao estrelato não é regra, mas não é nada raro as garotas pelo menos seguirem a carreira das mães que brilharam nas passarelas e em editoriais de moda em décadas passadas.

Leia também: Saiba por que Bella e Gigi Hadid não modelaram antes dos 18 anos

Três das modelos de maior destaque atualmente fazem parte do time da genética top: Kaia Gerber, filha de Cindy Crawford, e Gigi e Bella Hadid, filhas de Yolanda Hadid. Outras podem não estar no topo, mas têm carreiras bem sucedidas na moda, como Georgia May Jagger, filha de Jerry Hall.

Conheça melhor, a seguir, oito desses casos de família – versão modelos.

Kaia Gerber, filha de Cindy Crawford

 (Instagram @kaiagerber/Reprodução)

Com 16 anos recém feitos, a filha mais nova de Cindy Crawford acaba de ser eleita a musa da mais recente New York Fashion Week, onde fechou o desfile de Marc Jacobs. O estilista, inclusive, é um dos maiores entusiastas da carreira de Kaia: no ano passado, escolheu a new face para estrelar a campanha de seu perfume Daisy e, neste ano, fez até festa para homenageá-la.

Além dos trabalhos com Jacobs, Kaia já desfilou para grifes como Alexander Wang e Burberry (na Semana de Moda de Londres) e fez editoriais de moda para algumas das maiores revistas do mundo. Seu caminho é promissor!

Kaia Gerber fechou o desfile de Marc Jacobs na NYFW

Kaia Gerber fechou o desfile de Marc Jacobs na NYFW (Instagram @kaiagerber/Reprodução)

Apesar de Cindy Crawford ser uma instituição da moda, não custa lembrar que ela foi uma das maiores modelos do mundo nos anos 1980 e 1990: desfilou em todas as semanas de moda que valiam a pena, estampou capas e editoriais de todas as grandes revistas de moda e estrelou o clipe “Freedom ‘90”, de George Michael, além de ter sido apresentadora da MTV EUA e até arriscado uma carreira (mal sucedida) de atriz.

Cindy Crawford em ação nos anos 1990

Cindy Crawford em ação nos anos 1990 (Reprodução/Reprodução)

Gigi e Bella Hadid, filhas de Yolanda Hadid

Bella e Gigi beijam a mami Yolanda

Bella e Gigi beijam a mami Yolanda (Pascal Le Segretain/Getty Images)

Dois dos nomes mais badalados da indústria fashion atual, Gigi e Bella são filhas da supermodelo holandesa Yolanda Hadid, cujo ponto forte eram as fotos de moda praia. Nos anos 2000, ela ficou mais conhecida do público por ser uma das protagonistas do reality show “The Real Housewives of Beverly Hills”.

Yolanda Hadid em seus dias de supermodelo

Yolanda Hadid em seus dias de supermodelo (Reprodução/Reprodução)

Gigi e Bella só puderam começar a modelar depois que fizeram 18 anos – Yolanda quis preservá-las o máximo possível – e se destacaram desde o dia em que estrearam na carreira. Elas fazem todas as semanas de moda e estão em capas e mais capas de revistas. As duas já estão confirmadas para o Victoria’s Secret Fashion Show deste ano, que rolará no dia 28 de novembro em Xangai, na China.

Bella e Gigi Hadid na mais recente NYFW

Bella e Gigi Hadid na mais recente NYFW (Frazer Harrison/Getty Images)

Georgia May Jagger, filha de Jerry Hall

Jerry Hall e Georgia May Jagger

Jerry Hall e Georgia May Jagger (Brendon Thorne/Getty Images)

Da mãe vieram os genes fashion e do pai, a atitude: Georgia é filha da supermodelo dos anos 1970 Jerry Hall e de Mick Jagger, frontman dos Rolling Stones. Assim que começou a trabalhar como modelo, a inglesa conquistou grandes estilistas e editores de moda. Já desfilou e fez campanhas para Chanel, Versace e Vivienne Westwood, entre muitos outros. Atualmente, se dedica também a coleções que assina para grifes como Mulberry e Volcom. E sempre que sobe em uma passarela, é uma sensação.

 (Jesse Grant/Getty Images)

A mãe-beldade Jerry Hall foi uma das modelos mais importantes dos anos 1970. Alta, com cabelões esvoaçantes loiros e olhos bem azuis, ela caiu nas graças da indústria e fashion e foi uma das primeiras a poder cobrar cerca de mil dólares por diária de trabalho. Esta mulher é sinônimo de poder até hoje.

 (Reprodução/Reprodução)

Anansa Sims, filha de Beverly Johnson

 (Astrid Stawiarz/Getty Images)

Filha de Beverly Johnson, considerada “o rosto da mudança” nos anos 1970 (por ser uma negra conquistando capas de revistas), Anansa Sims também quis seguir a carreira fashion, mas encontrou um espaço um pouco diferente do da mãe: ela é uma modelo plus size de sucesso.

 (Reprodução/Reprodução)

Anansa sempre quis ter a mesma carreira que a mãe, e seu caminho não foi nada fácil. Inicialmente, tentou se enquadrar no padrão de magreza tradicional deste mercado e acabou doente. Ficou tão desiludida que desistiu por um tempo e foi trabalhar na área de administração de empresas. Quando estava com a cabeça fresca novamente, decidiu dar uma chance ao plus size. Não poderia ter feito escolha melhor! Agora ela está aí, brilhando para a moda e respeitando sua natureza. Parece que quebrar padrões está no DNA desta família. 🙂

Beverly Johnson na capa da Cosmo alemã em 1983

Beverly Johnson na capa da Cosmo alemã em 1983 (Reprodução/Reprodução)

Amber LeBon, filha de Yasmin LeBon

Amber e Yasmin LeBon

Amber e Yasmin LeBon (Eamonn M. McCormack/Getty Images)

Este é mais um caso de união do mundo da moda com o mundo da música: Amber é filha de Yasmin LeBon, uma das modelos mais valorizadas (leia-se bem pagas) dos anos 1980, e do vocalista do Duran Duran, Simon LeBon.

Yasmin LeBon na capa da Elle UK em 1985: ela estrelou centenas de capas de revistas

Yasmin LeBon na capa da Elle UK em 1985: ela estrelou centenas de capas de revistas (Reprodução/Reprodução)

Amber resolveu se arriscar na carreira de modelo e já trabalhou para grifes como Moschino e Myla. É verdade que ela prefere ser DJ de festas badaladas, mas sempre está em algum editorial de moda ou em alguma passarela como convidada. Um sobrenome de peso é capaz de conquistar essas regalias. 😉

Amber LeBon para Myla

Amber LeBon para Myla (Myla/Reprodução)

Ilona Smet, filha de Estelle Lefébure

 (Instagram @ilonasmet/Reprodução)

Embora esteja mais restrita ao mercado francês, Ilona Smet segue os passos da mãe, a top francesa Estelle Lefébure. Estelle era parte do time de supermodelos dos anos 1980 e 1990 e chegou a fazer seu próprio calendário em 1993, além de ser uma das estrelas do clipe de “Too Funky”, de George Michael.

Estelle Lefébure no clipe de “Too Funky”

Estelle Lefébure no clipe de “Too Funky” (Reprodução/Reprodução)

Ilona aparece em editoriais de revistas como a Elle francesa e vem conquistando cada vez mais campanhas publicitárias. De toda forma, ela parece já ter um plano B, caso não se torne uma supermodelo como foi a mãe: aos 22 anos, está estudando artes cênicas.

 (Instagram @ilonasmet/Reprodução)

Sistine Stallone, filha de Jennifer Flavin

Jennifer Flavin, Sistine Stallone e Sylvester Stallone -ele é o tipo de pai que quer sair em todas as fotos com a mulher e a filha 🙂

Jennifer Flavin, Sistine Stallone e Sylvester Stallone -ele é o tipo de pai que quer sair em todas as fotos com a mulher e a filha 🙂 (Michael Buckner/Getty Images)

O sobrenome que Sistine usa profissionalmente é do pai, Sylvester Stallone, mas o look é todo da mãe, a ex-modelo Jennifer Flavin. Sistine começou a se fazer notar nas redes sociais; em pouco tempo, era uma “it girl” e resolveu aceitar convites para fotografar e desfilar profissionalmente. Hoje é modelo de grifes como Chanel e Dolce & Gabbana.

Sistine desfila para Chanel

Sistine desfila para Chanel (Instagram @sistinestallone/Reprodução)

Jennifer foi uma top model mais comercial do que de passarela nos anos 1980 e 1990. Fazia muitas capas de revistas e campanhas publicitárias. Parou a carreira quando casou com Stallone e eles resolveram ter filhos. Do casamento nasceram, além de Sistine, Sophia e Scarlet.

Jennifer Flavin na capa da Cosmo EUA

Jennifer Flavin na capa da Cosmo EUA (Reprodução/Reprodução)

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s