“Não digo que causei inveja, acho que causei surpresa”, declara Nanda Costa

Atriz fala do desafio de encarar a primeira protagonista de novela

”Se quiser me ver pelada, vá ao cinema. estou peladona em Febre do rato. Não é mesmo o momento de fazer ensaio nu”
Foto: Marcelo Faustini

A pergunta que todos fizeram quando Nanda Costa, com apenas seis anos de carreira e 26 de idade, foi escalada para protagonista do horário nobre da TV Globo era ”quem é essa atriz?”. A própria não acreditou. Tanto que, ao receber o convite, não contou nem para a mãe que iria viver a Morena de “Salve Jorge”. ”Disseram que eu estava metida”, revela rindo. As pessoas mal lembravam dela nas novelas “Cobras & Lagartos”, “Viver a Vida” e “Cordel Encantado”, além de sua atuação em dez longas, apesar da pouca idade. Depois, vieram as críticas.

Nanda diz não ligar para os comentários e garante não ter mudado a personalidade serena nem ter virado ”marrenta”, característica de sua personagem na novela Mas foi com um orgulhoso sorriso que a moça declarou para a CONTIGO!: ”Acho que estou dando conta do recado”. Firme, ela rebateu as dúvidas sobre seu talento ou sua simpatia com tranquilidade e personalidade. ”Eu acho que sou uma menina abusada. Não falem que duvidam de mim que vou lá e faço, gosto de desafio. Teve um movimento de duvidarem se eu iria dar conta. Não digo que causei inveja, mas acho que causei surpresa, inclusive para mim. Tudo o que é novo assusta um pouco. É minha primeira protagonista, e a Morena é uma menina do morro, que se envolve com prostituição. É muita novidade junta. Sou uma cara nova, embora tivesse feito outros trabalhos na TV e no cinema. Mas acho que estou dando conta, sim. É um trabalho diário. Estudo, decoro as cenas, chego na hora certa e me envolvo, sou profissional e me dedico pra caramba”, desabafou a atriz.

Leia a entrevista completa na edição 1953 da CONTIGO!.