Natallia Rodrigues: ‘Gasto meu dinheiro cuidando da cabeça’

A atriz diz que, no lugar de se matar em academias ou clínicas de estética, prefere gastar dinheiro com terapia

Natallia Rodrigues: 'Gasto meu dinheiro cuidando da cabeça'

No Spa Kennzur, em SP, Natallia Rodrigues posou para Contigo!
Foto: Julia Rodrigues

Na nova série do canal GNT, Lili – a Ex, a personagem de Natallia Rodrigues, 33 anos, sofre com as loucuras da ex-mulher do marido, que decide morar em um apartamento ao lado do casal. Ela e Maria Casadevall, 27, que dá vida à vizinha inconveniente, protagonizam cenas bem-humoradas motivadas por um ciúme quase doentio de ambas. “Ela é uma bipolar que tem de aguentar muita maluquice da outra para manter o seu relacionamento”, conta Natallia. Na vida real, a atriz é casada há seis anos com o músico Tchello, 39, e garante que a relação que tem com a mãe de seu enteado, a atriz Marcelle Caldas, 39, é bem diferente da ficção. “Sou muito amiga dela, sempre nos falamos pelo telefone. Agora, por exemplo, que o Tchello vai ficar quase três meses fora do país, eu ligo para ela e combinamos de sair para eu ver o Dian (8, filho do ex-casal). Nossa relação é realmente muito tranquila. Não sou ciumenta e acho que esse tipo de atitude é insegurança pura”, dispara.

Para atingir a maturidade, Natallia conta com a ajuda de terapia. Em 12 anos de acompanhamento psicológico, já teve alta, mas insiste em continuar por achar que o tratamento é necessário para a própria evolução. “No lugar de me matar em academias ou clínicas de estética, gasto meu dinheiro cuidando da cabeça. Digo que a minha vaidade é pagar minha terapia duas vezes por semana. Quando estou longe, faço até por Skype”, conta. Viajar faz parte da rotina da atriz. Atualmente, ela mora em São Paulo por causa de sua personagem na peça Caros Ouvintes, em cartaz no teatro do MASP. Mas tem casa no Rio de Janeiro e vive em ponte área entre as duas cidades. Tchello mantém o mesmo pique vivendo na estrada – ele é ex-baixista da banda Detonautas Roque Clube e hoje mantém projetos musicais com a banda 11:11. Pelas contas de Natallia, os dois nunca conseguiram passar um fim de semana inteiro juntos. Por isso, todos os momentos em que conseguem conciliar as agendas são aproveitados intensamente. “Quando ele não tem show, ele vem para São Paulo e fica comigo o dia inteiro dentro do teatro. Assiste a todos os meus ensaios mesmo, tadinho (risos)! E o contrário também acontece. Quando posso, acompanho algumas apresentações. Tem que ser uma entrega mútua, baseada em muita confiança, sem espaço para ter ciúmes”, diz.

Natallia Rodrigues: 'Gasto meu dinheiro cuidando da cabeça'

“Se eu quiser ter filhos com 50 anos e não puder mais, vou adotar sem problemas”
Foto: Julia Rodrigues

O casal ainda não tem planos de aumentar a família. Natallia acredita que não está pronta o suficiente para a chegada do primeiro filho e prefere esperar por um momento mais tranquilo na carreira. “Não me sinto preparada para a maternidade, eu preciso ter uma estrutura e hoje eu não tenho. Eu não posso ser inconsequente de colocar uma criança no mundo e eu e meu marido continuarmos viajando pelo país inteiro”, explica. Hoje, ela experimenta o gostinho de ser mãe com o enteado e não tem pressa para engravidar. “Se eu quiser ter filhos com 50 anos e não puder mais, vou adotar sem problemas. Essa é uma possibilidade que não posso descartar da minha vida. Com o Dian, vou aprendendo aos poucos para quando chegar a hora certa”, conta. Quando estão juntos, jogam videogame e passeiam de bicicleta pelos parques da capital paulista, onde o menino mora. “Dian convive muito comigo, eu sou a tia legal, mas não interfiro na educação que os pais dele escolheram. A casa dele é perto da minha, jogamos bola, videogame. É uma farra só”, se derrete.

O corpo reflete a mente

Com a terapia, a atriz também aprendeu a lidar com a autoestima. Natallia conta que só se deu conta da própria beleza quando decidiu encarar inseguranças, medos e fantasias. “Posso afirmar que hoje sou muito segura. Aprendi a gostar e a lidar com os meus defeitos. Eu me acho muito sensual, mas da minha maneira. Sou feliz com o corpo que tenho e quero continuar assim. Eu me cuido, mas não é neurose”, afirma. Para manter a forma, a atriz costuma correr, no mínimo, 8 quilômetros três vezes por semana. A dedicação é tanta que no feriado da Independência, em 7 de setembro, ela trocou o descanso por uma prova em que teve de correr 21 quilômetros. “Sou arretada! Gosto de desafios assim, pois consigo mostrar para mim mesma que acordar todo dia às 6h da manhã para correr dá resultado. Não que eu me preocupe em fazer o menor tempo, mas, sim, se eu estou chegando bem fisicamente.” Além da corrida, Natallia cuida muito da alimentação. De manhã, prioriza refeições mais leves, com tapioca no cardápio. No almoço e no jantar, porém, prefere “bater um prato de pedreiro”. “Como vou ter energia para me exercitar no dia seguinte se eu não comer nada que me sustente?”, brinca. Dietas restritivas são feitas apenas quando o trabalho exige. “E, quando isso acontece, faço dieta detox, com suco verde pela manhã e corte de carboidratos. Mas isso é raro acontecer, fico sem correr por não ter energia e isso me deixa mal. Meu corpo acostumou a ter um ritmo acelerado.”

Natallia Rodrigues: 'Gasto meu dinheiro cuidando da cabeça'

“Hoje sou muito segura. Aprendi a gostar de meus defeitos e me acho muito sensual, mas da minha maneira”
Foto: Julia Rodrigues