O desabafo de Jussara Freire

Atriz fala sobre a surpresa de ver a novela Pantanal no ar

Jussara Freire disse que não foi comunicada
 sobre a reexibição da novela e está brigando 
na justiça
Foto: Divulgação Rede Globo

Com 35 anos de carreira e uma infinidade de papéis na televisão e no teatro, Jussara Freire, aos 57 anos, consegue o feito de ser praticamente onipresente na TV: além de estar em Pantanal (1990) e Cabocla (2006), que estão sendo reexibidas pelo SBT e pela Rede Globo, a atriz está no ar em Chamas da Vida, da Record, como a excêntrica Arlete Castro, mãe da produtora Carolina (Juliana Silveira). E, na coletiva de imprensa da nova trama, quem disse que a atriz quis falar sobre sua personagem? Jussara aproveitou o momento para desabafar com os jornalistas sobre a exibição de Pantanal que, segundo ela, está no ar sem a autorização dos atores.

Surpresa
“Infelizmente a novela está no ar sem a minha autorização. Aliás, entrou no ar na calada da noite. Fiquei sabendo da exibição quando estava a caminho de Bragança Paulista, com o meu marido, e ligou um jornalista. Eu estava dirigindo e pedi que ele atendesse: o jornalista queria saber o que eu achava da novela Pantanal e eu disse: ‘Ai, mas que coisa antiga, já vai fazer 18 anos’. E ele me disse que a novela estava no ar pelo SBT. Parei no acostamento, fiquei atônita. Quem pôs no ar? O Sílvio Santos? Eu estava tão envolvida com esse trabalho (a Arlete de Chamas da Vida) que não sabia de nada. Acho que ele tem todo o direito do mundo de comprar o que ele quiser e assistir na casa dele, mas tem uma coisa chamada lei, porque senão, esse país fica muito sem freios: ‘coloca no ar, ninguém vai reclamar’. Não é assim!”

Revolta
“Ele deveria ter conversado com os atores. Não foi uma novelinha, foi uma novela que marcou a história da televisão brasileira. A primeira foi Beto Rockfeller (de 1968), depois veio Pantanal que brigou taco a taco com a Rede Globo. Lembro que tinham que exibir dois capítulos seguidos de Rainha da Sucata (1990) para poder segurar a audiência. A gente foi gravar lá no Pantanal, a gente se doou… E agora vem um cara que vende para o Sílvio Santos a massa falida da Rede Manchete e ele vai lá, aperta o botão e passa? Isso é uma falta de respeito”.

Veredito
“Eu, Jussara Freire, 35 anos de carreira, vários prêmios em teatro e em televisão, inclusive com Pantanal, não fui comunicada pelo Sr. Abravanel de que ele está exibindo uma novela da qual eu participei e que fiz muito sucesso no ar. Estou achando que a nossa profissão está sendo a mais prostituída ultimamente. Estou gastando dinheiro com advogado, tendo uma série de problemas… E esse país vai mostrar mais uma vez que é um país sem lei?”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s